Jovem assume ter esfaqueado ex-companheiro em legítima defesa

Bruno Botassoli, de 25 anos, teria sido morto ao tentar invadir a residência da jovem no bairro Conceição na manhã desta quarta-feira, 24/11

Uma jovem de 20 anos assumiu a autoria das facadas que tiraram a vida de Bruno Botassoli, de 25 anos, na manhã desta quarta-feira, 24/11, no bairro Conceição, em Bento Gonçalves. Conforme o delegado da 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP), Renato Nobre Bias, a mulher não foi autuada em flagrante pelo homicídio por ter alegado legítima defesa. Durante o dia também foram ouvidos o pai e a mãe da jovem.

Ainda segundo o delegado, ela havia solicitado medida protetiva contra o ex-companheiro após uma ocorrência de ameaça registrada no mês passado. Entretanto, a medida não estava em vigor porque Bruno ainda não havia sido intimado.

O fato aconteceu por volta das 6h40 desta quarta, quando Bruno teria tentado invadir a residência da jovem, localizada na rua Agostinho Casagranda. A ex-companheira já havia solicitado medidas protetivas contra Bruno e acionou a Brigada Militar ao notar sua presença em frente à sua casa. Ainda durante o deslocamento ao endereço, a guarnição da BM se encontrou com a jovem, que estava levando Bruno ao hospital, juntamente com um vizinho, após desferir as facadas.

Os policiais fizeram escolta do veículo até o hospital, onde Bruno veio a óbito logo após dar entrada ao atendimento no Pronto Socorro.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.