Jovem morre após teste físico de concurso para soldado da BM

Na última terça-feira, 12/04, um candidato do concurso para soldado da Brigada Militar morreu logo após o Teste de Aptidão Física (TAF) exigido para aprovação. A prova ocorria no campus da Ulbra, em Canoas, e foi elaborada e coordenada pela Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (Fundatec). O jovem foi identificado como Ramon Oliveira, 22 anos, natural de Bom Jesus, nos Campos de Cima da Serra. O rapaz tem familiares na corporação.

O teste incluía corrida de 2,5 quilômetros em 12 minutos, baseada no método Cooper e era aplicado por educadores físicos a serviço da Fundatec.

O candidato se sentiu mal e chegou a ser levado para o Hospital Universitário de Canoas, mas não resistiu. Ele sofreu parada de funcionamento dos rins e, depois, do coração. Ele já tinha passado por prova intelectual e exame médico, sendo considerado apto para fazer o TAF, informou a BM, que lamentou a morte. Nas redes sociais, o rapaz postava sempre sobre o sonho de se tornar policial.

Informações: GaúchaZH

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.