Laboratório do Complexo Hospitalar de Bento passa contar com aparelho para visualizar veias

O equipamento doado para a secretaria de Saúde projeta luz infravermelha capaz de atravessar a pele, o que permite a visualização de veias finas ou de difícil acesso

Foto: Divulgação

O acesso venoso de pacientes idosos, bebês ou em tratamento quimioterápico pode ser difícil até para os profissionais mais experientes. E um novo equipamento está fazendo a diferença no Laboratório de Patologia e Análises Clínicas, do Município. É o visualizador de veias (AccuVein). 

O equipamento doado para a secretaria de Saúde projeta luz infravermelha capaz de atravessar a pele, o que permite a visualização de veias finas ou de difícil acesso, tornando-as mais acessíveis para os procedimentos que exigem a introdução de agulhas, seja para coleta de sangue, aplicação de medicamentos ou soro.

De acordo com a coordenadora  do Laboratório, Giceli Flores, o “equipamento facilitará o trabalho dos profissionais de enfermagem nos atendimentos em que o acesso venoso é mais difícil”.

Fácil de manusear, o equipamento é sem fio e funciona a base de bateria. A secretaria de Saúde afirma que a luz emitida não representa riscos à saúde do paciente.

Para a secretária de Saúde Tatiane Misturini Fiorio, o equipamento “vem a somar na estrutura do Laboratório do Município, sendo importante nos casos em que o acesso as veias é mais difícil. Nossa saúde em Bento está cada vez mais qualificada”, disse.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.