Leite e PAC 3: “seguiremos vigilantes para que essas obras efetivamente se tornem realidade”

O governador do Rio Grande do Sul utilizou das redes sociais para comentar o programa do governo federal lançado na sexta, 11/08; o RS receberá R$ 75,6 bilhões em investimentos

Foto: Gustavo Mansur/Secom

Mesmo convidado, o governador gaúcho, Eduardo Leite (PSDB), não participou do lançamento do Novo PAC (ou PAC 3), do governo federal, nesta sexta-feira, 11/08, no Rio de Janeiro. Contudo, o tucano utilizou das redes sociais para comentar o projeto.

“O lançamento do novo PAC é importante para que possamos destravar obras públicas no RS e acelerar o desenvolvimento. O governo do Estado manterá a mobilização para que as obras contempladas enfim sejam concluídas”, escreveu.


Leite destacou a importância do projeto abranger um projeto (e problema) antigo do RS: a Ponte do Guaíba. “Vamos trabalhar em conjunto para agilizar entregas fundamentais para o RS, como a Ponte do Guaíba, que terá atuação forte do governo do Estado, e também aquelas que estão atrasadas há mais de 10 anos, como a duplicação de trechos das BRs 116 e 290, entre outros projetos”, publicou.

Por fim, o gaúcho disse acreditar na boa vontade do governo Lula (PT) para com os gaúchos, mas que seguirá ‘vigilante’ para que as obras realmente saiam do papel. “Reconhecemos o esforço do governo federal para atender às demandas do povo gaúcho, embora alguns projetos não tenham sido incluídos nessa etapa do PAC. Hoje, damos um passo importante, mas seguiremos vigilantes para que essas obras efetivamente se tornem realidade”, finalizou.

Segundo o governo federal, o Rio Grande do Sul receberá R$ 75,6 bilhões em investimentos, seja na conclusão ou início de obras, ou investimentos em educação, saúde, sustentabilidade, etc. Bento Gonçalves deve ser contemplada no novo PAC com algumas obras e aquisições.