Maratona do Vinho reúne 800 participantes e integra três municípios, neste domingo

Com um número de participantes quatro vezes maior do que o do ano passado, a Maratona do Vinho chega à terceira edição com 800 inscritos e a projeção de se firmar como um dos grandes eventos anuais ligados à safra da uva na região, neste domingo, dia 14. A proposta foge das tradicionais competições realizadas mundo afora, mas mantém o percurso original de 42.195 metros e explora um dos principais atrativos turísticos da Serra. A corrida envolve Bento Gonçalves, com a partida e chegada no Vale dos Vinhedos; Garibaldi, com o trajeto pela Estrada do Sabor; e o roteiro dos Vinhos de Monte Belo do Sul.

Mais do que completar a prova – que pode ser encarada individualmente ou em duplas, quartetos e octetos –, a principal particularidade é justamente as paradas ao longo do caminho: no total, serão sete “Vino Stops”, onde, além dos revezamentos, os atletas degustarão produtos como uva, suco, vinho, pão, queijo e salame. Tudo isso ao som de grupos locais, apresentando músicas típicas.

O trecho também permitirá a passagem por pelo menos três túneis de uvas maduras. No local de largada e chegada, no Morro da Antena, outros dois conjuntos animam os corredores, que cruzarão por uma réplica da Pipa Pórtico e, ao final, farão uma pisa de uvas. “É um evento esportivo, mas não apenas isso. É um show: temos, além do esporte, a cultura, as paisagens, os produtos, tudo original. Eu corri maratonas por 40 anos, em 15 países, e não vi nada igual”, afirma o idealizador e diretor da Maratona do Vinho, Gregório Lavandoski.

O organizador destaca que a prova dever receber pessoas de países vizinhos, como Uruguai e Argentina, e mais de 50% dos inscritos são de outros estados brasileiros. “Em 2015, um grupo de Cascavel, no Paraná, veio em cinco ou seis pessoas. Agora, eles voltarão com um ônibus, em 40. Um grupo de técnicos de Florianópolis também vai participar. Teremos, ainda, a presença de vários secretários de outras cidades, que virão conhecer o evento. Isso mostra que ele realmente chama a atenção”, ressalta.

Logística
Doze ônibus estarão à disposição para deixar os atletas nos pontos de revezamento. Cerca de duas mil garrafas de vinho devem ser distribuídas aos vencedores – a premiação tem o curioso critério de utilizar como referência um percentual do peso dos ganhadores para definir a quantidade de bebida entregue, que também será acompanhada de troféu. Entretanto, todos os corredores receberão medalhas de participação.

A Maratona do Vinho contará com outra atração à parte, os Garrafonistas, que estarão caracterizados com vestimentas coloniais e divertirão atletas e público. Quem quiser entrar realmente no clima, pode correr fantasiado e concorrer a uma premiação específica. “Animação não vai faltar, tanto para quem quiser competir como para quem quiser desfrutar do que temos para oferecer”, finaliza Lavandoski.

Serviço
– Maratona do Vinho
Distância: 42.195 metros
Largada e chegada: Morro da Antena (ou Morro da Cruz), na comunidade Ceará, no Vale dos Vinhedos, em Bento Gonçalves
Data: 14 de fevereiro, domingo
Horário: 7h

Premiações
Individual
Geral, Masculinos e Femininos
– 1º lugar: 50% do seu peso bruto em vinho + troféu
– 2º lugar: 40% do seu peso bruto em vinho + troféu
– 3º lugar: 30% do seu peso bruto em vinho + troféu

Categorias
– 1º lugar: 15% do seu peso bruto em vinho + troféu
– 2º lugar: 10% do seu peso bruto em vinho + medalha
– 3º lugar: 5% do seu peso bruto em vinho + medalha

Equipes
(duplas, quartetos e octetos, que podem ser masculinos, femininos ou mistos)
– 1º lugar: 15% do seu peso bruto em vinho + troféu
– 2º lugar: 10% do seu peso bruto em vinho + medalha
– 3º lugar: 5% do seu peso bruto em vinho + medalha

Fantasia
– 1º lugar: Cesta grande com produtos coloniais
– 2º lugar: Cesta média com produtos coloniais
– 3º lugar: Cesta pequena com produtos coloniais

(Foto: Carina Furlanetto/Arquivo SERRANOSSA)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.