Moradores cobram melhorias em sinalização da obra do túnel do São João

Na semana passada, uma moradora relatou que quase presenciou o atropelamento de uma pedestre. “Surgem carros de todas as direções e para todas as direções”, comentou. IPURB afirma que irá pensar em soluções junto à empresa responsável pela obra

Fotografia registrada em agosto. Divulgação/Prefeitura de Bento

Há algumas semanas, moradores de Bento Gonçalves têm relatado transtornos recorrentes na obra do túnel do São João, na BR-470, devido à suposta falta de sinalização adequada. Em suas redes sociais, uma moradora desabafou sobre a situação após ter presenciado um “quase atropelamento” no local. “É sabido que os motoristas estão se comportando como se não existisse obras, mas a insegurança que está trazendo, em especial para os pedestres, é desmensurada”, escreveu em suas redes sociais. “Isso porque a sinalização é muito pior do que péssima. Surgem carros de todas as direções e para todas as direções”, complementou.

As obras tiveram início em agosto do ano passado, com o objetivo de ligar o bairro São João ao centro da cidade, sem interferir no tráfego da rodovia. Desde então, outros transtornos como congestionamento nas rotas alternativas e corte d’água para moradores do São João foram enfrentados ao longo dos meses. Agora, superados alguns desses problemas, moradores cobram soluções para garantir a segurança dos pedestres e veículos que passam pelas obras. “É necessário, com urgência, melhorar a sinalização. Em especial criar mecanismos de segurança para quem precisa atravessar a rodovia, seja de carro, seja a pé. Ampliar o campo de visão em relação aos contornos da obra”, sugere a moradora. “Será necessário perder uma vida humana para que as autoridades ampliem o seu olhar para as adjacências da obra?”, apelou.

A diretora do IPURB Melissa Bertoletti argumenta que a obra está, sim, “devidamente sinalizada conforme o projeto”. Entretanto, afirma que irá verificar, junto à empresa responsável pela obra, “o que pode ser feito para melhorar a sinalização”.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.