Nelson Piquet usa termo considerado racista contra Lewis Hamilton; piloto e Mercedes respondem

A fala de Piquet foi dita em novembro de 2021, mas veio a conhecimento geral apenas na segunda-feira, 27/06

Fotos: Getty Images

O ex-piloto Nelson Piquet utilizou um termo considerado racista para se referir ao piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton. O ato aconteceu no Grande Prêmio de Silverstone, na temporada de 2021, durante um acidente entre Hamilton e Max Verstappen. Em vídeo de entrevista ao jornalista Ricardo Oliveira, em novembro de 2021, Piquet chama Hamilton de “neguinho” ao comparar os acidentes envolvendo Ayrton Senna e Alain Prost, em 1990, na largada do GP do Japão, e o que ocorreu 31 anos depois, no GP da Inglaterra.

O trecho da entrevista foi publicado pelo canal Enerto, especializado em automobilismo, e repercutiu nas redes, com críticas ao tricampeão, que teve a fala apontada como racista. Confira abaixo:

A fala gerou polêmica e milhares de comentários. No Twitter, o nome de Nelson Piquet está entre os assuntos mais comentados. Também na rede social, Hamilton respondeu Piquet em português.

O piloto inglês também comentou que essa não é a primeira vez que é atingido com comentários do tipo. “É mais do que linguagem. Essas mentalidades arcaicas precisam mudar e não têm lugar no nosso esporte. Fui cercado por essas atitudes e alvo de minha vida toda. Houve muito tempo para aprender. Chegou a hora da ação”, disse.

A Mercedes, atual equipe de Hamilton, repudiou a fala do ex-piloto. “Condenamos nos termos mais fortes qualquer uso de linguagem racista ou discriminatória de qualquer tipo. Lewis liderou esforços do nosso esporte para combater o racismo e ele é um verdadeiro campeão da diversidade dentro e fora da pista. Juntos, compartilhamos a visão de um automobilismo diversificado e inclusivo, e este incidente destaca a importância fundamental de continuar lutando por um futuro melhor”, escreveu a Mercedes.

O ex-piloto Nelson Piquet ainda não se pronunciou.

Veja o vídeo:

Fonte: UOL Esportes

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.