Número recorde de matrículas na graduação da UCS

O número de alunos matriculados neste período letivo é recorde na Universidade de Caxias do Sul. A instituição matriculou em cursos de graduação, até a semana passada, 34.291 acadêmicos. O crescimento é registrado tanto no que se refere a estudantes matriculados como no que diz respeito à ocupação de créditos contratados pelos alunos, que atinge o índice de 71,93% – no início do mesmo período letivo em 2010  foi de 70,77% com 32.707 alunos. Isso significa que não só houve aumento no número de estudantes como também registra-se a maior taxa de ocupação – índices sem a modalidade Educação à Distância.

Para o reitor Isidoro Zorzi, os índices positivos refletem a qualidade e a estrutura dos cursos oferecidos pela UCS e são reflexo da conjuntura econômica do país. O incremento no número de matrículas ocorreu em praticamente todos os campi e núcleos. “Desde o ano de 2007, não se registrava uma contratação de créditos tão alta. Isso é resultado da nova política de graduação da instituição e, também, das melhorias da infraestrutura. Há uma percepção da comunidade de que estudar em uma universidade agrega valor à formação”, atribui o pró-reitor Acadêmico, professor Evaldo Antonio Kuiava.

O incremento na taxa de ocupação acontece também com os alunos que possuem bolsas de estudo do Programa Universidade para Todos (ProUni) e do Programa de Bolsas FUCS. Em geral, os estudantes beneficiados contratam quatro créditos a mais que a média geral dos alunos da UCS, atingindo um total médio de mais de 17 créditos por aluno. Como instituição de interesse público, a universidade aderiu, no final de 2004 ao ProUni, e em 2010 instituiu o Bolsa FUCS. No início deste semestre, a UCS concede bolsas a cerca de seis mil alunos.

A atual Política Curricular Institucional para o Ensino de Graduação é um dos pilares que sustenta a qualificação institucional, principalmente no que se refere ao ensino de graduação. Nos últimos anos, essa política esteve centrada na interdisciplinaridade e na flexibilidade curricular, permitindo a oferta de disciplinas comuns a todos os cursos. Isso possibilita ao estudante compor o seu currículo com disciplinas de outras áreas, observando as diretrizes curriculares do projeto do curso.

Outros aspectos que levaram ao crescimento no número de matrículas são a implantação de novos cursos – neste ano, o período letivo iniciou com  cinco novos –, a otimização de recursos, além da modernização dos currículos e melhorias nos processos de ensino-aprendizagem, desde infraestrutura até o aspecto didático-pedagógico dos professores.  “Procuramos nos adequar ao perfil que o mercado exige do profissional.  A universidade busca atender às demandas do seu tempo”, observa Kuiava.

As facilidades implantadas com o processo de matrícula online também são apontadas pelo coordenador dos Cursos de Certificação e Diplomação da Pró-reitoria Acadêmica, Roberto Itacyr Mandelli, como aspecto positivo. “Com o acesso à programação de todos os cursos o aluno também pode compor seu próprio programa curricular”, explica.

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.