OAB pede ao STF que manifestantes presos em Brasília sejam transferidos para Estados de origem

De acordo com o documento enviado ao ministro Alexandre de Moraes, é “preocupante a situação vivenciada no sistema prisional do Distrito Federal”

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

O Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e a Seccional do Distrito Federal (OAB/DF) pediram, na sexta-feira, 10/02, ao Supremo Tribunal Federal (STF) que os manifestantes presos durante os ataques do dia 08/01, em Brasília, sejam transferidos para prisões em seus estados de origem.

De acordo com o documento enviado ao ministro Alexandre de Moraes, é “preocupante a situação vivenciada no sistema prisional do Distrito Federal”. A OAB argumenta que o aumento no número de presos causa atraso em procedimentos administrativos, atendimentos entre advogados e clientes, e de saúde, além de impactar os cofres públicos do Distrito Federal.


Em janeiro, o então interventor federal Ricardo Cappelli já havia manifestado que a transferência aconteceria. Com a prisão de 1.418 manifestantes, a Penitenciária da Papuda está com quase o dobro da capacidade máxima.