PC e Brigada Militar apreendem armas e munições em operação integrada contra violência doméstica

A Polícia Civil e a Brigada Militar do Estado do Rio Grande do Sul se uniram nessa quinta-feira, 26/08, em todo o RS, para efetuar ação de combate à violência doméstica contra mulher, especialmente como estratégia de prevenção e repressão qualificada aos feminicídios.

Em Bento Gonçalves, a operação já resultou na apreensão de uma espingarda calibre 36 no distrito de Tuiuty, além de um revólver de 9mm e 81 munições em cumprimento de mandado de busca e apreensão em Pinto Bandeira. A ação foi efetuada em parceria com a Polícia Civil, a partir da Delegacia Especializada em Atendimento à Mulher (DEAM) e Brigada Militar.



Foto: Divulgação/PC

As atividades no estado foram realizadas de forma integrada, como parte da  execução do plano de ações  da Operação Maria da Penha, deflagrada em âmbito nacional dia 20 de agosto de 2021, com previsão de vigência até o dia 20 de setembro de 2021, sob a coordenação da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, com o apoio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP).

A Operação Maria da Penha foi idealizada com o objetivo de  realizar operações ordinárias e especializadas, além do fomento de políticas, no âmbito da segurança pública, para ampliar o acesso ao sistema de justiça e segurança. Tais ações têm a finalidade de conscientizar, em âmbito nacional, as mulheres em situação de violência a buscar o atendimento qualificado, bem como a disseminação da importância da formalização das denúncias e acompanhamento efetivo dos casos de violência contra a mulher.


Brigada Militar e Polícia Civil em cumprimento da operação em Bento. Foto: Divulgação/PC
 

Desde o início da operação foram executadas diversas atividades de enfrentamento à violência doméstica contra a mulher. Foram registradas mais de 600 ocorrências policiais, que culminaram com a instauração de, aproximadamente, 500 inquéritos policiais, além da prisão de 24 indivíduos. 

Nesta quinta-feira, a ação conjunta realizada pelas forças policiais do estado conta com a participação de mais de 380 policiais civis e militares em 130 viaturas, que executarão, durante o dia, diligências para verificação de 290 disque-denúncias, além do cumprimento de 39 mandados de prisão e de 82 mandados de busca e apreensão.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.