Penitenciária de Caxias do Sul fabrica placas térmicas para auxiliar famílias em vulnerabilidade

Objetivo é instalar material produzido com caixas de leite nas paredes e tetos de residências

Foto: Divulgação/Susepe

No início de janeiro, a Penitenciária Estadual de Caxias do Sul (PECS), em conjunto com a secretaria de Habitação do Município, iniciou um projeto que visa auxiliar famílias em situação de vulnerabilidade social, com a instalação de placas térmicas nas paredes e tetos das residências, protegendo as pessoas do calor e do frio.

As placas térmicas são fabricadas com caixas de leite e são confeccionadas por dois apenados. Durante o mês de janeiro, foram produzidas 50 placas, que serão instaladas pela prefeitura nas moradias. Também há tratativas com o Poder Público para que esteiras térmicas sejam doadas a moradores de rua.

“Todos ganham com essa iniciativa. O meio ambiente com a redução do lixo, os presos com a redução da pena e as famílias carentes com a redução dos efeitos das intempéries climáticas”, afirmou o vice-diretor da PECS, Roberto Leonardo Gonçalves

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.