Physio recepciona mais de 400 judocas

O Ginásio Municipal estará tomado por judocas neste sábado, dia 27, das 8h às 18h. Mais de 400 atletas do Estado, além de uma equipe uruguaia, disputarão a segunda edição da Copa Bento Gonçalves, que também será válida pelo Circuito Gaúcho.

A Associação Physio Judô projeta competir com aproximadamente 60 atletas, selecionados entre os cerca de 800 judocas que integram a equipe atualmente. Considerando que quase 700 são crianças e adolescentes do projeto social “Lutando por um Mundo Melhor”, o foco da entidade bento-gonçalvense ainda está voltado à formação, com expectativas bastante otimistas para o futuro. A Physio já disputou quatro etapas do Circuito Gaúcho 2015 na Divisão de Acesso (graduados até a faixa laranja), com a maior parte da equipe composta por atletas do projeto social, e obteve duas vitórias e dois segundos lugares. Por consequência dos bons resultados, lidera o ranking da categoria de desenvolvimento, que conta com um total de 31 entidades.

O principal desafio da Physio, segundo o professor e presidente André Oliveira, é proporcionar continuidade aos pequenos judocas que vêm se destacando no Circuito, para que futuramente possam tornar-se competidores de alto rendimento. “É em longo prazo, eu preciso ter uma base forte para chegar lá, e é o que a gente tem conseguido. Só que ainda vai demandar um tempo. Nós temos, por exemplo, atletas da categoria Infantil que estão há três anos comigo, e estão em um nível bem superior na categoria, vêm vencendo as etapas. Isso para nós é importante, mas precisa ter continuidade. No próximo ano, alguns já ascenderão à categoria Sub-13 e poderão começar a buscar vaga no Campeonato Brasileiro”, ressalta Oliveira, frisando que a aposta na formação para ter atletas de alto rendimento é uma consequência de uma estrutura ainda bastante aquém se comparada aos principais clubes do Estado. “A gente tem uma oscilação de atletas, isso é normal, até pela situação de poder aquisitivo. Não temos uma estrutura de clube, que nos permita bancar atletas, como fazem as grandes equipes, que estão contratando atletas de fora e ajudando até nos estudos. A Sogipa, por exemplo, tem vários judocas de São Paulo. A nossa realidade é outra, então a gente trabalha com a base e vai investindo. A chance desses que começam mais cedo continuarem é muito grande, por isso a gente tem investido muito nessas categorias, na Mirim e Infantil, porque elas são o futuro. Não adianta eu projetar um futuro rápido e curto, eu preciso ter uma continuidade no trabalho. Esse grande número de atletas que a Physio alcançou hoje aumenta a probabilidade de termos, lá na frente, atletas de rendimento”, salienta.

Os ingressos para assistir às lutas neste sábado serão 1kg de alimento não perecível. O montante arrecadado será revertido às famílias dos atletas carentes que integram o projeto social da Physio. 

 

É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA

Instagram: @serranossa

O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.