Piloto de corrida é assassinado a facadas em Bento

Notícia atualizada em 31.01.11, às 15h

O corpo do piloto de corrida bento-gonçalvense Paulo Bertuol, de 54 anos, foi sepultado na manhã desta segunda-feira, dia 31, no Cemitério Público Municipal, sob forte comoção. Betuol foi assassinado a facadas na madrugada do último domingo, dia 30. Em nota a empresa Meber, pertencente à família Bertuol e da qual Bertuol era acionista, emitiu nota de pesar informando que a companhia está de luto. A família aguardará o término das investigações para, somente então, se pronunciar. 

O crime aconteceu por volta das 5h30min, no sítio de sua propriedade, na linha Sertorina. O acusado do crime, um mestre de obras de 33 anos de idade que reside no Paraná, foi preso em flagrante. Ele seria cunhado da vítima e estava junto com a esposa e com uma filha menor de idade no momento do crime.

Na ocorrência registrada pelos soldados da Brigada Militar na Delegacia de Polícia de Pronto Atendimento de Bento Gonçalves (DPPA), os policiais informaram ter recebido a denúncia de que o autor das facadas estaria em um veículo Ágile, com placas de Rio Branco do Sul, Paraná, que seguia em direção ao centro da cidade. Eles localizaram o veículo saindo do estacionamento do hospital Tacchini, para onde o autor do homicídio levou Bertuol, depois de tê-lo atingido com quatro facadas. Ele foi preso em flagrante e encaminhado ao Presídio Estadual de Bento Gonçalves.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.