PMDB anuncia rompimento com governo Pasin

O PMDB de Bento Gonçalves anunciou na tarde desta quarta-feira, dia 24, o rompimento da coligação com o PP, partido do prefeito Guilherme Pasin. Em entrevista coletiva, o presidente da sigla, César Gabardo, leu uma carta aberta em que, além de apresentar os motivos para a ruptura, informou que a legenda recomendou a todos os filiados que integram a gestão de Pasin que deixem o governo até o dia 31 de março.

No documento, o PMDB também antecipa que terá candidato próprio a prefeito nas eleições de outubro deste ano. Ainda não está definido, contudo, se a candidatura será com chapa pura ou coligação com outro partido que indique o vice. “Essa decisão é definitiva. O diretório entende que é necessário revitalizar e inovar”, argumenta Gabardo. “O PMDB apanha muito no país por fazer acerto por cargos. Estamos mostrando que aqui em Bento Gonçalves é diferente”, completa.

As principais razões apresentadas para a saída da administração são a falta de diálogo, colocando o PMDB na condição de coadjuvante, e o não cumprimento de prioridades do plano de governo. Questionado sobre a situação de seu pai, Mario Gabardo – atual vice-prefeito – o presidente do partido disse que a escolha de deixar ou não a prefeitura caberá exclusivamente a ele.

Segundo Gabardo, nenhum nome para candidato a prefeito foi discutido internamente até o momento. “Primeiro, vamos construir um bom plano de governo. E, depois, vamos entrar em uma campanha para ganhar a eleição”, finaliza.

(Foto: Jorge Bronzato Jr.)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.