Polícia Civil prende dono de fruteira por roubo de energia elétrica, em Caxias

Conforme a Polícia Civil, o estabelecimento deve quase um ano de contas de energia elétrica

Foto: Polícia Civil/Divulgação

O proprietário de uma fruteira de Caxias do Sul foi preso em flagrante por furto de energia elétrica na manhã desta quinta-feira, 16/03. Acompanhados de funcionários da RGE, os policiais constataram que o estabelecimento não possuía o relógio contador e continuava a ter luz por uma conexão irregular, o famoso “gato”. Este é o segundo caso flagrado pela Polícia Civil, em Caxias, nesta semana.

O empresário foi preso em flagrante. Ele pagou fiança de R$ 1,2 mil e irá responder ao processo em liberdade. O suspeito não prestou depoimento, optando por se manifestar somente em juízo. O caso continuará em investigação pela 1ª Delegacia de Polícia (1ª DP) de Caxias do Sul. Conforme a Polícia Civil, o estabelecimento deve quase um ano de contas de energia elétrica. O valor em débito não foi divulgado.


No local, os policiais civis confirmaram o crime de furto. A equipe da RGE cortou um cabo que passava por cima da avenida Rubem Bento Alves (Perimetral Norte) até o poste de luz que ficava na calçada oposta.

Na segunda-feira, 13/03, o dono de um restaurante da Rua Sinimbu, na área central, também foi preso por furto de energia elétrica.

*Com informações de Portal Leouve