Polícia investiga homicídio em Pinto Bandeira

Notícia atualizada em 12.07.11, às 11h31min

A Polícia Civil de Bento Gonçalves localizou no final da manhã desta segunda-feira, dia 11, o corpo de Daniel Fleck Sanches, de 33 anos. Ele foi morto com um tiro de espingarda calibre 36 disparado contra a sua cabeça na noite deste domingo, dia 10, na localidade de Linha Brasil, interior de Pinto Bandeira. O corpo foi localizado por familiares da vítima na gruta da localidade da 5ª Secção do Rio das Antas, distante cerca de dez quilômetros do local onde aconteceu o assassinato.

Logo depois da localização do corpo, policiais encontraram o acusado pelo crime, um homem de 65 anos de idade, tio da vítima. Ele estava escondido em um matagal nas proximidades da casa. “Encontramos o acusado próximo a algumas pedras, visivelmente embriagado e entorpecido. A bolsa e o cobertor encontrados junto com ele indicam que ele tentaria uma fuga”, comenta o delegado Álvaro Luiz Becker, titular da 2ª Delegacia de Polícia. O estado do acusado não permitiu a confirmação da motivação do crime. Inicialmente familiares informaram que a discussão teria iniciado em função de um acidente de trânsito causado pela vítima, no qual a esposa do homicida teria ficado ferida.

O acusado foi indiciado por homicídio, com agravantes de ocultação de cadáver e alteração da cena do crime, já que retornou ao local de madrugada para limpar o sangue que havia ficado na casa. A tentativa de limpeza ocorreu depois dos trabalhos realizados pela perícia e não comprometeu a investigação. Em uma das casas a polícia localizou, além da arma do crime, uma pistola desmontada, um revólver calibre 22 e munição. Ele foi liberado pela polícia por só ter sido capturado horas depois do assassinato, entre outros motivos, e responderá ao processo em liberdade.

Greice Scotton 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.