Polícia pede prisão de suspeito de homicídio

O acusado de ser autor dos disparos que mataram Airton Paulo Dias da Silva, 43 anos, terá sua prisão preventiva solicitada pela 2ª Delegacia de Polícia (2ª DP), responsável pela investigação do caso. Silva foi morto com um tiro na cabeça na manhã de terça-feira, dia 14. O corpo foi encontrado na rua Valdelírio Guerreiro Vaz, ao lado da escola Ulysses de Gasperi, no bairro Municipal.

Segundo o delegado titular da 2ª DP, Álvaro Pacheco Becker, a identificação correta do suposto autor foi possível através de oitivas. “Havia apenas suspeita e menção da autoria, mas com os depoimentos conseguimos juntar provas da autoria para que pudéssemos fazer a solicitação da prisão”, explica.

De acordo com o delegado, a família do suspeito disse que ele não irá se apresentar. “Optamos por fazer a representação pedindo a prisão preventiva, já que ele responde por outro homicídio”, afirma. Becker também confirmou que o crime foi presenciado pelo filho da vítima de 11 anos.

Reportagem: Jonathan Zanotto


É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA

O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.