Policial militar de Bento participará de campeonato internacional de fisiculturismo

Mateus Wagner vem se preparando há mais de dois anos, vencendo os desafios do diabetes e conciliando os treinos diários à rotina agitada de policial

A experiência do policial militar Mateus Wagner, de Bento Gonçalves, junto ao fisiculturismo teve início há cerca de dois anos, motivado pelo diagnóstico do diabetes tipo 1 há cerca de cinco. A doença mudou os hábitos de Mateus, que passou a se alimentar melhor e a realizar treinos diários de musculação. “Com o tempo fui gostando tanto da musculação que acendeu essa chama de competir. Comecei a acompanhar o esporte de perto, até para mostrar para as pessoas que o diabetes não é um impedimento”, recorda o policial.

Desde então, Mateus vem mostrando sua rotina diária de alimentação e treinos por meio de seu perfil no Instagram, onde acumula mais de 10 mil seguidores. Agora, após muito preparo e dedicação, chegou o momento que o policial mais aguardou. No dia 16/07, ele participará da Copa Bodybuilding Internacional, organizada pela National Physique Comittee – a liga mais famosa de fisiculturismo do mundo. O evento será realizado em Novo Hamburgo, RS, reunindo atletas de todo o Brasil e de diversos outros países. “Depois de dois anos e meio me preparando, chegou o momento certo”, comenta.

Mateus irá competir na categoria Classic Physique. Dentro desta, participará de três subcategorias, a estreante, a novice B (acima de 1,78m) e a Open Classe C (de 1,80 a 1,83, podendo bater até 96kg). “Sendo campeão da categoria Open, eu vou para o Overall, que é o melhor de todos da categoria Classic Physique”, explica o atleta.

Dentro da competição, ainda há as categorias masculinas men’s physique e bodybuilder, e as femininas bikini, wellness, woman’s physique e figure. O evento ainda contará com uma feira fitness, a Exposhow RS.

A transmissão será feita ao vivo pelo Instagram, no perfil da NPC Rio Grande do Sul e da Copa Bodybuilding. O evento contará com a presença dos atletas e de influencers fitness de todo o mundo. Conforme o próprio atleta, a NPC tem promovido eventos em todo o Brasil para disseminar o esporte. A liga também é responsável pela promoção de campeonatos como o Mr. Olympia, nos EUA, tendo Arnold Schwarzenegger como um dos vencedores mais famosos.

“Esse esporte é um símbolo de saúde, de culto ao corpo. Mostra a importância de cuidarmos de nós mesmos e de sempre buscarmos nossa melhor versão, evoluindo a cada dia”, comenta o atleta.

A cinco semanas da competição, a preparação segue intensa. Atualmente Mateus está na fase de perda de peso, com redução da quantidade de comida e carboidratos – uma etapa importante que antecede os campeonatos de fisiculturismo. “Estou fazendo uma hora e meia de atividades aeróbicas por dia e duas horas de musculação. São seis refeições ao dia, cinco sólidas e uma líquida. No momento estou em déficit calórico, estou consumindo menos do que eu gasto, então é uma fase que a gente se sente mais cansado”, revela Mateus.

Apesar da rotina agitada, com seis dias de treino e apenas um de descanso, além do ofício como policial militar e árbitro de jogos de futebol de campo aos fins de semana, o atleta se mostra animado e motivado para a competição. “Espero poder trazer troféus ao município para fomentar o esporte por aqui, poder fazer com que Bento também seja conhecida pelo fisiculturismo”, declara.

Mateus conta com o patrocínio da Academia Progym; Agrimatos máquinas agrícolas; Oliveira & Santana; Inovação Arbitragens; Restaurante Becco 54 e Restaurante Sierra Burger. Seu preparador/treinador é o Dereck Bubols, de Canoas, que vem o acompanhando desde o início da sua jornada. “Ver que há pessoas que apoiam um esporte ainda não tão conhecido no município é muito gratificante”, comenta. “Hoje o bodybuilding é um estilo de vida. Não me vejo sem fazer dieta, sem pesar cada grama de comida, até para o controle do diabetes isso é importante, além de manter uma rotina de treinos. Quando eu não treino, parece que tem algo errado com meu dia, se tornou um vício, um vício bom eu diria”, finaliza o atleta.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.