Por 4 votos a 3, homem que matou outro a machadadas após ser atacado é absolvido

O acusado foi a Júri Popular nesta quinta-feira, 04/08, na comarca de Bento Gonçalves, e foi absolvido pela maioria dos votos dos jurados. A defesa afirmou que o ato foi em legítima defesa

Acusado de assassinato praticado em 2016 em Bento vai a Júri Popular
Acervo SERRANOSSA

Gabriel Prataviera Queiroz, acusado de matar Rodogério da Silva Rodrigues, em 27 de agosto de 2017, a machadadas, foi absolvido durante julgamento que iniciou às 9h desta quinta-feira, 04/08, e acabou por volta das 17h45, na comarca do município. O réu foi a Júri Popular, sendo ele composto por 4 homens e 3 mulheres.

O rapaz recebeu 4 votos favoráveis pela sua absolvição e 3 pela condenação. A decisão ainda cabe recurso por parte da acusação.

A defesa focou na tese de que o ato de Gabriel foi em legítima defesa, visto que a vítima, que tinha 29 anos, invadiu sua casa, na rua Giovani Menegotto, bairro Aparecida, portando uma faca e desferiu diversos golpes contra ele, atingindo-o na perna e no abdômen. Queiroz reagiu e desferiu os golpes em Rodrigues, todos na cabeça.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.