Por ordem judicial, crianças são afastadas de família de Bento

Quatro mulheres protestaram na manhã desta sexta-feira, 01/10, em frente à sede do Conselho Tutelar de Bento Gonçalves, após ordem judicial para o afastamento de duas crianças, de 3 meses e 3 anos, dos cuidados da mãe. A criança de 3 meses já foi recolhida ao Abrigo Municipal e a de 3 anos pode ser retirada a qualquer momento. Na tarde de quinta-feira, 30/09, um oficial de Justiça, juntamente com a polícia, foi à residência da família para buscar a criança, no entanto, a mãe e avós teriam escondido a menina.

O processo, por envolver crianças, corre em segredo de Justiça. Mas informações obtidas pelo SERRANOSSA apontam que, entre outros motivos, a família não teria realizado nenhuma vacina nas meninas. Além disso, antes da decisão judicial, o Conselho Tutelar teria procurado outros membros da família para acolher as crianças, mas, supostamente, ninguém quis assumir a responsabilidade. O Conselho Tutelar também apresentou mensagens com ameaças aos conselheiros, inclusive, com imagens de arma de fogo.


Foto: Marcelo Dargelio

A mãe e as avós, no entanto, negam as denúncias. Elas afirmam que as vacinas estão em dia e que não realizaram nenhuma ameaça aos conselheiros. A mãe também aponta que as crianças foram retiradas sem uma investigação sobre os cuidados dispensados as suas filhas.
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.