Por sugestão de Pasin, governo do RS irá isentar cobrança do ICMS de empresas doadoras

Segundo Pasin, a proposta tem por objetivo potencializar as doações de móveis e materiais de construção, que já estão sendo organizadas pelo setor privado

Foto: Assessoria Guilherme Pasin

O governo do Rio Grande do Sul irá isentar a cobrança do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para as empresas que realizarem doações às famílias atingidas pelas enchentes. A proposta é do deputado estadual por Bento Gonçalves, Guilherme Pasin (Progressistas), que tem por objetivo potencializar as doações que já estão sendo organizadas pelo setor privado.

“A ideia teve origem durante uma reunião com o Euclides Longhi, presidente da Movergs. Conversamos com muitos empreendedores que estão extremamente sensíveis com a tragédia ocorrida nas regiões da Serra Gaúcha e do Vale do Taquari, na doação de móveis e materiais para a reconstrução das casas nos municípios atingidos. Nosso objetivo é potencializar a quantidade de doações à população”, explica o parlamentar.


As doações precisam ser dirigidas às prefeituras ou ente público que farão a destinação de acordo com as necessidades das famílias, tendo em vista a necessidade de registro e a comprovação do destino das doações. O anúncio foi feito durante manifestação do governador Eduardo Leite (PSDB), juntamente com um conjunto de medidas para diminuir os efeitos causados pelas cheias no Estado.