Praça CEU passa contar com Horto Medicinal: Relógio do Corpo Humano

Desde 2021, a Praça CEU, no bairro Ouro Verde, em Bento Gonçalves, possui a Horta Comunitária, iniciativa que surgiu para atender famílias, dentro dos regramentos do Cadastro Único e que frequentam o Centro de Referência de Assistência Social (CRAS). São atendidas também entidades do município. Agora, o espaço também passou a contar com o Horto Medicinal: Relógio do Corpo Humano, com o cultivo de plantas medicinais referendadas pela ciência para a prevenção e tratamento de doenças. O projeto faz parte do estágio curricular, do curso de Bacharelado em Enfermagem da UNICNEC- BG, desenvolvido pela acadêmica Martina Caiane Henrich e que está sendo realizado na Unidade de Saúde Ouro Verde.

“Temos aqui 21 variedades diferentes de chás, e eu fico muito feliz de poder estar participando do projeto. Os chás são tradicionais da medicina chinesa, ele já vem pronto, sendo tudo científico. Nos baseamos na Emater do RS para buscar as plantas. Foi feito pensando na comunidade desde o início. O espaço fica aberto para comunidade para quem quiser vir visitar. Pretendemos trabalhar com a comunidade e incentivar o uso de plantas medicinais e culinária alternativa”, ressalta Martina.

O uso de plantas medicinais faz parte das Práticas Integrativas e Complementares em Saúde (Pics), inseridas na rede pública desde o ano de 2006. “Esse projeto vem sendo pensado há tempo. Neste ano o projeto foi crescendo, e eu elaborei as atividades para serem feitas. Uma delas é a oficina de chás e culinária saudável. Com isso a nossa ideia é trabalhar com os chás, sendo que cada um tem um horário específico para ser tomado. Todos estão identificados com o nome de cada planta e o horário sugerido para ser tomado”, destaca a nutricionista, Nara Silveira.

O coordenador da Praça CEU, Clóvis Prates, ressalta que o projeto traz benefícios a todos. “Para nós é um momento muito especial, e é fantástico estarmos com esse trabalho tão espetacular. Realmente nos enche de orgulho esse local, em que colocamos a saúde em um espaço onde já temos a horta comunitária, sendo um benefício para todos”, afirma.

Nesta quarta-feira, 28/06, o prefeito Diogo Segabinazzi Siqueira e o vice-prefeito, Amarildo Lucatelli, estiveram visitando o Horto Medicinal. São 12 canteiros, sendo que, em cada um, foram plantadas ervas específicas como alcachofra, tansagem, hortelã, alecrim, funcho, malva, entre outras. As crianças da Escola Ouro Verde também participaram da visita e conheceram o projeto. “Esse é um trabalho de sementinha, em que foi crescendo aos poucos, e hoje temos um espaço em que toda a comunidade pode ocupar. Deixo os parabéns para essa meninada que está aqui trabalhando e fazendo acontecer. Temos que deixar uma marca no município e deixar o mundo melhor do que recebemos. Essa horta é de primeiro mundo, e irá facilita para todo mundo, para toda a comunidade que quiser vir utilizar o espaço, e conhecer sobre essa variedade de chás“, finaliza o prefeito.

Na visita desta quarta-feira, 28/06, estiveram presentes o prefeito Diogo Siqueira, o vice-prefeito, Amarildo Lucatelli, além de secretários municipais, representantes das Unidades de Saúde do Zatt, Ouro Verde, servidores da Praça Ceu, alunos e professores da Escola Ouro Verde.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.