Prefeitura investe R$1,5 milhão em 225 computadores

De acordo com a prefeitura, 100 equipamentos serão destinados para as escolas. Câmara de Vereadores também receberá 30 computadores, que serão destinados aos gabinetes dos parlamentares e pagas pelo Legislativo, pelo valor de R$ 186 mil.


A prefeitura municipal de Bento Gonçalves gastou R$ 1.580.830,50 em 225 novos computadores – R$ 4.801,16 em cada processador e R$1.400 para cada monitor.
De acordo com o secretário de Administração, Mateus Barbosa, o município tem feito “grande esforço para modernizar a sua estrutura administrativa, inclusive em equipamentos, ainda mais pelo motivo de que agora, com o uso do SIGA-Doc, todos os ofícios e processos já começaram a tramitar de forma eletrônica”, explicou, referindo-se ao Sistema Integrado da Gestão Administrativa Documental, adotado pelo Poder Executivo para a produção e gestão de documentos nato-digitais.
O secretário também garante que o município está instalando um computador em cada sala de aula para uso de atividades dos professores. “Já foram instaladas 50 máquinas. Nessa licitação são mais 100 máquinas destinadas para as salas”, afirmou.

CÂMARA DE VEREADORES
Dos 225 equipamentos adquiridos, 30 deles serão adquiridos pela Câmara Municipal de Vereadores. “Os equipamentos comprados pela Câmara de Vereadores foram através de Adesão à Ata e serão pagos com orçamento do próprio Legislativo, para atender às suas demandas de modernização administrativa”, explicou Mateus.
O investimento da Câmara será de R$ 186.034,80. Questionada sobre o volume de equipamentos e a sua finalidade, a Câmara de Vereadores informou que eles serão destinados aos Gabinetes Parlamentares e alguns setores administrativos. “Os computadores a serem substituídos foram adquiridos entre os anos de 2011 e 2012, portanto equipamentos com mais de 10 anos de uso, o que impossibilita a instalação de sistemas operacionais seguros e a interoperabilidade com programas”, disse a assessoria do Legislativo.
Já a prefeitura aponta que, acerca da quantidade total, por se tratar de um Registro de Preços, a aquisição é feita conforme demanda. Sobre a utilização dos antigos computadores, os que ainda estão na condição de receber melhorias são realocados em outras demandas. “O que não são mais passíveis de melhoramentos são destinados a leilão, por serem equipamentos extremamente defasados.”

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.