Presidente da Calçados Bibi dá aula de gestão em palestra no CIC de Bento Gonçalves

Com 67 anos de mercado, 1.500 colaboradores, mais de 2 milhões de calçados produzidos por ano, mais de 80 lojas espalhadas pelo Brasil e o mundo: uma empresa com números tão positivos tem seus segredos e o principal deles é gestão! Foi isso que revelou o presidente da Calçados Bibi, Marlin Kohlrausch, durante palestra-almoço no Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC/BG), nesta segunda-feira, dia 25.

Com o tema “Gestão para construção de uma marca global de desejo”, Kohlrausch falou que empresas são feitas para durar e construir uma marca de respeito é o grande desafio dos empresários. O presidente da Bibi afirmou que para obter os melhores resultados é necessária muita pesquisa de mercado, valorização das pessoas e planejamento estratégico. “Nós temos dezenas de projetos dentro da empresa que têm funcionado, especialmente, neste momento de dificuldades que o país enfrenta. Enquanto muitas empresas estão demitindo, a gente segue contratando e qualificando”, destacou. “O principal trabalho que desenvolvemos é fazer com que todos nossos colaboradores saibam como estamos e para onde queremos ir. Para isso, montamos planos de produtividade e incentivamos a trabalhar em times. Somente juntos, eles conseguem alcançar os resultados propostos. Por exemplo, se eles atingem determinada meta, ganham 15% a mais na participação dos lucros e isso faz com que todos se engajem mais”, comentou o empresário, que também destacou que a empresa busca valorizar o esforço de cada um, mostrando o lado positivo e onde se pode melhorar, além de desenvolver lideranças e qualificar jovens.

Inspirado na The Walt Disney Company, ou simplesmente Disney, a Bibi trabalha com quatro pilares: confiança e segurança, cortesia, show e eficiência. “Hoje o maior imposto que se paga é a desconfiança. Precisamos mostrar nossos diferenciais, aumentar a disposição do cliente pagar mais e mostrar nossa qualidade”, complementou.

A renovação também faz parte de uma gestão de sucesso. “Todos os dias, quando os funcionários ligam seus computadores, há na tela a seguinte pergunta: quais ações podemos eliminar, elevar, reduzir e criar? Ou seja, tentamos estimular a fazer o diferente, o novo, encerrar o que não funciona e buscar inovações”, destacou Kohlrausch, afirmando que a empresa segue as premissas das “Estratégias do Oceano Azul”, livro que aponta que o importante é buscar nichos inexploráveis, assim, a concorrência se torna irrelevante.

Cientes da era digital, a empresa também trabalha fortemente em ações nas redes sociais, e-commerce e all line, uma nova tendência que leva o digital para as lojas físicas (ou vice-versa). “É uma nova forma de fazer negócios, se relacionar com as pessoas, clientes e mercado e de ter acesso a informações e conhecimento”, disse o presidente.

Outro ponto destacado pelo Kohlrausch é que o clima de tensão não é produtivo para as empresas. “Trabalhamos com o clima de F-E-S-T-A : F de família, E de espiritual, S de saudável, T de trabalho e A de amigos. Acreditamos que pessoas felizes trabalham melhor e produzem mais”, completou.

A palestra foi muito elogiada pelos mais de 200 associados que se fizeram presente no CIC. O presidente da entidade, Laudir Piccoli, destacou que em momentos de crise, o importante é buscar conhecimento e soluções para alavancar os negócios. “O senhor Kohlrausch fez importantes colocações que podem servir a diferentes modelos de negócios”, complementou.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.