PRF promove mutirão de vacinação para caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo

A ação é para a vacinação contra a gripe/Influenza e será realizado durante a manhã e tarde desta segunda-feira, 17/04, no posto da PRF, na BR-470

Foto: Divulgação

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Bento Gonçalves promove um mutirão para a vacinação de caminhoneiros e motoristas de transporte coletivo contra a gripe/Influenza. A ação acontece durante está segunda-feira, 17/04, diretamente do posto da PRF na cidade, na BR-470, próximo a Pipa Pórtico.

O horário de atendimento será das 9h às 11h30 e das 13h às 16h30.


A ação conta com apoio do Sest/Senat, prefeitura de Bento Gonçalves, governo do Rio Grande do Sul e Centro Estadual de Vigilância em Saúde (Cevs).

Vacinação em Bento

A campanha de vacinação contra a gripe/Influenza está sendo realizada em todo território nacional desde o último dia 10 de abril.

Conforme a coordenadora do setor de imunizações da SMS de Bento Gonçalves, Luiza do Rosário, neste ano, a vacinação não será realizada por etapas. “Tivemos uma modificação no sistema de imunização e todos os grupos poderão ser vacinados a partir do dia 10 de abril. Todas as unidades estão organizadas e com as doses disponíveis para essa importante vacinação”, afirma.

A vacinação pode ser feita de segunda a sexta-feira, das 7h30 às 11h e das 13h às 16h30, em todas as unidades de saúde da cidade.

Público-alvo definido pelo Ministério da Saúde:


  • Crianças de seis meses a menores de seis anos de idade;
  • Gestantes e Puérperas;
  • Idosos a partir de 60 anos de idade;
  • Trabalhadores da saúde;
  • Indígenas;
  • Pessoas com doenças crônicas não transmissíveis e outras condições clínicas especiais;
  • Professores;
  • Forças de segurança e salvamento e forças armadas;
  • Pessoas com deficiência;
  • Caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário para passageiros urbanos e de longo curso e trabalhadores portuários;
  • Adolescentes em medidas socioeducativas;
  • População privada de liberdade e funcionários do sistema de privação de liberdade.