Primeira mulher a pilotar avião da BM tem seu batismo de voo

A manhã de quarta-feira, 23/02, foi marcada por mais um momento histórico na Brigada Militar. Hoje, a capitã Mariana Tigik Hoffmann, cumpriu mais uma etapa da formação de piloto policial. Acompanhada pelo instrutor Carlos Bonilla, a oficial realizou seu primeiro voo solo a bordo de um avião, no Aeroclube de Eldorado do Sul.

Pilotando o Guapo 10 – avião Embraer 710 Carioca, a capitã realizou o voo sem a presença do instrutor. De acordo com o comandante do Batalhão de Aviação da BM, tenente-coronel Leandro Brandão dos Santos, “ao longo da sua trajetória, dos estudos teóricos até o ato de voar sozinha em uma aeronave, Mariana demonstrou todo conhecimento técnico necessário ao voo solo, características de um profissional determinado e perseverante”, disse o oficial.

Esse momento marca uma nova fase na Aviação da Brigada Militar e no Estado, uma vez que a Capitã Mariana torna-se a primeira mulher a pilotar sozinha uma aeronave da BM. O comandante-geral da BM, coronel Cláudio dos Santos Feoli ressaltou a relevância do fato como “um marco, pois denota que a instituição fomenta a igualdade de gênero, destinando oportunidades iguais a todos os seus integrantes”, disse.

A piloto pioneira destacou que “sensação de que todo o esforço, sacrifício e abnegação valeram a pena. Sinto-me lisonjeada de poder corresponder à dedicação que meus instrutores tiveram comigo”, relatou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.