Procon de Bento dá dicas para não cair no golpe do boleto falso

De acordo com o fiscal Thiago Duarte dos Santos, é importante confirmar todas as informações antes de efetuar qualquer tipo de pagamento

Foto: Divulgação

Embora seja um jeito prático, o boleto bancário pode trazer uma série de riscos para consumidores. Fraudes utilizando esse método de pagamento têm sido cada vez mais frequentes e bem planejadas, tornando difícil a verificação da autenticidade do documento. Dessa forma, o Procon de Bento fez um alerta sobre a prática cada vez mais comum desse tipo de golpe.

O fiscal Thiago Duarte dos Santos comenta que, com a pandemia, foi verificado um aumento desse tipo de golpe, motivado, principalmente, pela necessidade das empresas em ampliar seus canais digitais para poder atender as demandas dos consumidores. “Por isso, é importante confirmar todas as informações antes de efetuar qualquer tipo de pagamento”, enfatiza.

Ainda segundo o fiscal é importante não repassar dados pessoais como senhas de banco, senhas de pagamento eletrônico e número de imei do aparelho, “porque os golpistas se valem de todas as ferramentas possíveis para aplicar diferentes tipos de golpe”, alerta.

Alguns dos métodos mais utilizados para aplicação de golpes

  • Adulteração do código de barras de boletos usualmente recebidos pelas vítimas, como plano de saúde, cotas de condomínio, contas de serviços essenciais;
  • Adulteração no próprio computador através de um malware, que altera o número do código de barras, para que no momento do pagamento seja copiado o código errado;
  • Criação de páginas falsas para forjar faturas; além disso, em diversos casos ocorre o envio de e-mails falsos, com links ou documentos, geralmente imitando mensagens originais de empresas que o consumidor costuma receber e ligações, mensagens por SMS ou WhatsApp em horários do contato anormais com solicitações de dados pessoais, ameaças com bloqueio, cancelamento de cadastro ou de compra, dentre outras.

Principais informações para identificar se o boleto é falso

Assim como todo documento, o boleto bancário tem campos obrigatórios e outros que podem ser personalizados.

Campos do boleto bancário

O boleto bancário é padronizado pela Federação Brasileira de Bancos. Ele é dividido em duas partes: o recibo do pagador que é a parte de cima; e a ficha de compensação, a parte debaixo.

Linha digitável

A linha digitável é a representação numérica do código de barras, porém os números não estão na mesma ordem. Os três primeiros dígitos são representados pelo número do banco e os últimos o valor a ser pago. Os outros números são determinadas por cada banco e por isso cada um tem um layout diferente.

Nosso Número

Outro campo obrigatório é chamado de nosso número. Ele é a identificação única do boleto no software emissor deste documento. É por meio dele que é possível relacionar o boleto ao pagador e também ao emitente. O “Nosso Número” também é compatível com o “Nº do documento”.

Instruções para o caixa

As instruções para o caixa é um campo que aparece no boleto, mas que não tem o preenchimento obrigatório. Neste campo devem ser preenchidas informações para o caixa no momento do pagamento, como por exemplo as taxas de juros e multas que devem ser cobrados. É importante que essas instruções estejam colocadas de forma clara, para não causar duplo sentido em relação às condições de pagamento e taxas de acréscimo.

Vencimento

Outro campo que consta no recibo do pagador é a data de vencimento. Caso ele seja quitado após a data informada pelo documento, serão aplicadas as taxas de multa e juros proporcionais.

Código do banco

O código do banco corresponde ao COMPE, também conhecido como Código das Instituições Bancárias na Compensação. Ele é formado por três dígitos mais o dígito verificador, e cada banco tem o seu próprio número.

Valor do boleto

Outro dado que deve constar no boleto é o valor que deve ser pago. Ele deve ter duas casas decimais e utilizar uma vírgula para os centavos.

Carteira

A carteira indica se o boleto é registrado ou não, ele varia conforme cada banco. Veja a lista completa de opções, usada pela maioria das instituições financeiras: DM – Duplicata Mercantil; NP Nota Promissória; NS – Nota de Seguro; ME – Mensalidade Escolar; RC – Recibo; CT – Contrato; CS – Concessionária de Seguro; DS – Duplicata de Serviço; LC – Letra de Câmbio; ND – Nota de Débitos; DD – Documento de Dívida; EC – Encargo Condominiais; CPS – Conta de Prestação de Serviços; DV – Diversos.

Data do documento

A data do documento mostra qual o dia em que o boleto foi gerado ou emitido.

Beneficiário e pagador

E por último, temos as informações do beneficiário que como você já sabe é quem emitiu o boleto, podendo ser uma pessoa física ou jurídica. E também o pagador, aquele que vai pagar o boleto. Este campo deve ser preenchido com nome completo, CPF ou CNPJ e endereço.

Mais informações

O Procon de Bento Gonçalves se coloca a disposição para eventuais esclarecimentos. Telefones: (54) 3055-8547 /3055-8541 / 3055-8542 / 3055-8543 / 3055-8544 / 3055-8545. WhatsApp: (54) 3055-8547

Atendimento presencial mediante agendamento, como prevenção à pandemia de coronavírus: 9h às 16h, sem fechar ao meio-dia.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.