Projeto Bento 2014 precisa se profissionalizar

O projeto Bento 2014 tomou um verdadeiro choque de realidade na noite desta terça-feira, dia 26, durante encontro realizado nas dependências do Hotel e Spa do Vinho Candalie, no Vale dos Vinhedos. O diretor e jornalista da Global Football Solutions, Ricardo Seyton, e o gestor de marketing esportivo, Daniel Gamba, mostraram aos pouco mais de 30 participantes do evento o quanto a comunidade de Bento Gonçalves está desmobilizada com o evento, apesar dos esforços da Prefeitura Municipal, através da Secretaria Municipal Turismo.

De acordo com Ricardo Seyton, o projeto Bento 2014 precisa de três ações vitais para que a candidatura da cidade realmente seja viabilizada: profissionalização de todos os setores ligados ao projeto, criação de um plano de ação capaz de envolver toda a comunidade bento-gonçalvense e um planejamento político e estratégico para dar maior visibilidade internacional à Bento Gonçalves. Seyton identificou ainda uma preocupação excessiva dos organizadores do movimento em receber uma seleção de futebol no município. “A Copa do Mundo é um projeto macro. Não podemos limitar nosso campo de visão ao fato de receber uma seleção de fora. A coisa é muito maior e existem várias formas de Bento Gonçalves ganhar muito com o principal evento esportivo do planeta. A receita é simples, tem que haver mobilização de todos e um diferencial que chame a atenção de turistas e também da mídia internacional para esta região”, destacou.

Segundo a secretária de Turismo, Ivane Fávero, o projeto Bento 2014 chegou numa fase de definição. “Chegou a hora de saber onde Bento Gonçalves quer chegar com este plano. Só que todos estão esperando pelo poder público, quando o projeto precisa que toda a comunidade esteja envolvida no processo”.

Marcelo Maciel

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.