Projeto de lei que regulamenta instalação de antenas 5G na cidade é protocolado na Câmara

Até o momento, apenas 28 cidades do país estão preparadas para receber a tecnologia quando as operadoras vencedoras do leilão estiverem autorizadas a operar o 5G nos municípios de menor porte

Imagem: Divulgação

A chegada da tecnologia 5G no Brasil, prevista para o próximo ano, terá um impacto positivo na vida da população. E Bento Gonçalves já está se preparando para realizar a implementação desta tecnologia.

Foi protocolado na Câmara Municipal de Vereadores na terça-feira, 30/11, o projeto de lei que versa sobre a normatização para regulamentar os procedimentos de licenciamento e instalação das antenas 5G. Até o momento, apenas 28 cidades do país estão preparadas para receber a tecnologia quando as operadoras vencedoras do leilão estiverem autorizadas a operar o 5G nos municípios de menor porte.

De acordo com o diretor da Coordenadoria de Tecnologia de Comunicação e Informação (CTEC), Matheus Barbosa, Bento é um dos primeiros municípios do interior do Estado e até do Brasil a dar impulso ao projeto de lei que vai regulamentar a internet 5G no âmbito municipal. “Estivemos no Ministério das Comunicações em outubro e lá fomos instruídos a adequar a legislação municipal para poder receber a tecnologia. Estamos nos antecipando e garantindo a legislação necessária para normatizar o processo de instalação dos equipamentos. A tecnologia 5G será um marco para nossa cidade, sendo importante para economia, para gestão pública, saúde, educação e desenvolvimento de Bento como uma cidade inteligente”, disse.

A evolução com a rede 5G trará mais velocidade de conexão em rede banda larga para aparelhos, o que significa que mais pessoas poderão estar conectadas sem perda da qualidade do sinal.

O projeto deverá ser votado nas próximas semanas e não onera custos adicionais ao município.

O Projeto de Lei pode ser acessado neste link 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.