Projeto prevê saída do 6° BCom e da 15ª Companhia Mecanizada de Bento

A notícia que gerou desconforto entre lideranças regionais e mobilização de toda a comunidade, há dois anos, voltou a trazer preocupação para a cidade: Bento Gonçalves ainda pode perder seu batalhão, bem como a recém-incorporada 15ª Companhia Mecanizada. 

O assunto foi comentado durante a troca de comando do 6° Batalhão de Comunicações (6º BCom), que ocorreu no último  dia 15. Na ocasião, o tenente-coronel Alexander Eduardo Ferreira passou o comando da corporação ao tenente-coronel Lúcio Guerra. Na oportunidade, também foram apresentados à comunidade os capitães da 8ª Companhia de Comunicações e da 15ª Companhia de Comunicações Mecanizada, Leandro Silva Nery e Bruno Fernandes de Magalhães, respectivamente. 
De acordo com informações do próprio comandante Guerra, diversas mudanças ainda estão sendo realizadas pelo Exército Brasileiro. Dentro do projeto, está prevista a ida da 15ª Companhia Mecanizada para a cidade de Cascavel, no Paraná, já em 2017; e o mais surpreendente: a transferência do 6° Batalhão de Comunicações para Curitiba, em 2018. “Essas mudanças dependem de diversos fatores, que poderão alterar esse cronograma”, amenizou Guerra, que, nos próximos dias, deve se inteirar melhor a respeito do assunto para repassar mais detalhes.
A reestruturação do Exército é temida pelas lideranças regionais desde a extinção da 6ª Divisão de Exército de Porto Alegre, em 2013, quando houve a possibilidade da saída do 6° BCom de Bento. Na época, o então comandante, Alexander Eduardo Ferreira, com a ajuda dos prefeitos da região, iniciou um trabalho de convencimento com superiores e chefes militares no sentido de que o Batalhão possui um importante papel nas comunicações do sul do país, além de grande relevância no seio da comunidade da Serra Gaúcha. 
Após algumas reuniões, foi decidido que o Batalhão não seria extinto, mas deveria ser dividido, originando frações menores (duas companhias), para apoiar outros grandes comandos. Foi então que Bento recebeu a 15ª Companhia Mecanizada e a 8ª Companhia de Comunicações. No entanto, a permanência das unidades ainda está indefinida. 
Nos próximos meses, as mudanças devem ser anunciadas definitivamente pelo Exército.

Bento é, pela terceira vez, destino do novo comandante

 

Aos 45 anos, Lúcio Mauro Villote Moreira Guerra assume o maior desafio de sua carreira: comandar o 6° Batalhão de Comunicações de Bento Gonçalves. Porém, esta não é a sua primeira vez na cidade. Sua passagem inicial foi em 1992, como cadete. “A cidade acolheu a mim e a minha família com muito carinho e, desde então, Bento e o Batalhão sempre tiveram espaço no meu coração”, afirma. 
Em janeiro de 2001, Guerra voltou a Bento como capitão, após concluir a Escola de Aperfeiçoamento de Oficiais, permanecendo até dezembro de 2003. Aqui, ele liderou a Companhia de Comunicações de Posto de Comando e chefiou as Seções de Inteligência, de Operações e de Fiscalização de Produtos Controlados. Na última sexta-feira, em sua terceira vinda a Bento, assumiu o posto de comandante.
Guerra iniciou sua trajetória no Exército em 1986, quando incorporou na Escola Preparatória de Cadetes do Exército. Em 1992, concluiu a Academia Militar das Agulhas Negras (Aman). Serviu, além de Bento, no Rio de Janeiro, Marabá, Resende, Campinas e Niterói. Desempenhou as funções de comandante de Pelotão e de Companhia e Chefe de Seções de Estado-Maior das Organizações Militares; foi instrutor da Aman; e comandou a 2ª Companhia de Comunicações Leve, em Campinas. 
As expectativas ao retornar a Bento são as melhores. “No período que estivemos aqui, meus filhos eram pequenos e fizeram inúmeros amiguinhos, que agora terão a oportunidade de rever. Minha esposa também adora a cidade. O retorno marca uma fase importante da minha vida, porque é o ápice da carreira de oficial, momento para o qual nos preparamos durante mais de 30 anos”, ressalta Guerra. “O 6º BCom foi minha primeira opção. Espero dar prosseguimento ao excepcional trabalho realizado pelo coronel Alexander e pelos seus antecessores”, conclui.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.