Que rio nós queremos?

Oferecer uma água melhor e sem restrições de uso para as próximas gerações. Esse é o principal objetivo do Comitê de Gerenciamento da Bacia Hidrográfica Taquari-Antas, que apresentou no final da última semana, em Caxias do Sul, o projeto que irá, em duas etapas iniciais, definir os procedimentos para a melhor utilização dos recursos hídricos dos rios da região. O orçamento para a elaboração do plano, que tem duração de dois anos, é de R$ 900 mil.

A ideia de elaboração do trabalho começou em 2005, mas só agora o projeto começa a sair do papel. O plano será executado pela empresa Serviços Técnicos de Engenharia AS, que venceu a licitação e foi contratada pelo Estado, que financia as atividades. A bacia abrange uma área de mais de 26 mil km², dividida em 119 municípios das regiões da Serra, Hortênsias, Campos de Cima da Serra, Vale do Taquari, Vale do Rio Pardo, Nordeste, Metropolitana Delta do Jacuí, Botucaraí, Produção e Vale do Caí. A área total é ocupada por uma população de 1,3 milhão de habitantes.

A primeira etapa do plano prevê a identificação das características da Bacia e das atividades relacionadas, desde a utilização de água dos arroios e rios à ocupação do solo. Já a segunda etapa vai apontar as estratégias, em conjunto com a população, para o uso futuro da água. Para o último caso, serão utilizados estudos e pesquisas já realizados na área.

Confira a matéria completa na edição desta sexta-feira do SerraNossa.

Maurício Reolon 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.