“Quem quer ganhar bem não é servidor público”

A polêmica sobre a lei 5.175, de dezembro de 2010, revogada na semana passada, continua. Não encontrado até o fechamento da última edição do SerraNossa, o prefeito Roberto Lunelli conversou com a reportagem esta semana para dar a sua versão sobre a concessão de benefício a servidores por meio de incorporações salariais. A lei criada no final do ano passado aumentava de 5% para 20% o valor permitido para incorporação de subsídio dos servidores concursados que porventura viessem a ocupar cargos de confiança. Porém, o próprio prefeito voltou atrás no início de 2011 e nivelou em 5% tanto para os concursados ocupando CCs como para aqueles convocados a exercerem função diferente da sua de origem (Função Gratificada).

De acordo com a presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindiserp), Neura Zatt, o piso dos servidores bento-gonçalvenses é o menor da região. “Ainda não temos dados de 2011. Este levantamento será feito em fevereiro. Mas, no ano passado, o único município da Serra que se equiparava a Bento era Veranópolis. Nos demais, o piso era maior, em alguns casos com uma diferença grande”, lamenta. Neura explica que o menor salário pago pela prefeitura é de R$ 540, abaixo do novo salário mínimo anunciado de R$ 545.

A incorporação para funções gratificadas, segundo o prefeito Roberto Lunelli, é importante no sentido de valorizar quem está ocupando cargos de comando. “Já que o servidor está assumindo uma posição que lhe dá mais responsabilidades, é preciso que seja remunerado para tal. Caso contrário, corremos o risco de ter funções importantes sem ninguém para abraçar a causa”, avalia Lunelli. Segundo ele, com os índices pagos hoje, é comum que servidores migrem para a iniciativa privada. O prefeito lamenta, por exemplo, a perda de dois engenheiros recentemente, pois queriam ganhar uma FG maior. “Não podemos pagar algo que está acima do permitido em lei. Quem quer ganhar bem não trabalha em serviço público, porque os salários são baixos”, constata.

 

Leia a matéria completa na edição desta sexta-feira.

 

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.