Rede de hotéis de luxo europeia anuncia que investirá R$ 540 milhões em Canela

Em videoconferência com a participação do governador Eduardo Leite na manhã desta sexta-feira, 27/08, a Kempinski Hotels, mais antigo grupo de hotéis de luxo da Europa, anunciou oficialmente que assumirá, em parceria com a LDP Canela S.A., o Laje de Pedra, em Canela, na Serra Gaúcha.

Com sede em Genebra, na Suíça, a rede hoteleira que opera 79 hotéis cinco estrelas em 34 países escolheu o Rio Grande do Sul para fazer sua estreia na América do Sul.

O tradicional hotel de Canela, após 42 anos de funcionamento, foi fechado no início da pandemia, em maio de 2020. Em janeiro deste ano, o empreendimento havia sido vendido pelo Grupo Habitasul por R$ 52 milhões.


Foto: Divulgação
 

Durante o anúncio nesta sexta, os novos proprietários anunciaram que pretendem investir R$ 540 milhões para expansão e revitalização do Laje de Pedra, elevando o hotel ao padrão internacional de seis estrelas e gerando pelo menos 500 empregos diretos. Segundo o CEO interino e presidente do conselho de administração da Kempinski Hotels, Bernold Schroeder, a expectativa é reabrir as portas no segundo semestre de 2024.

“O objetivo é trazer esse ícone arquitetônico de volta à vida com o compromisso com a qualidade de primeira classe combinada com a elegância atemporal e posicioná-lo como um destino do mais alto nível. Esta é uma excelente oportunidade para ingressarmos no mercado sul-americano com um projeto excepcional", disse Schroeder.

Após as obras, o Kempinski Laje da Pedra deverá passar de 234 para 366 apartamentos, com metragens entre 46 metros quadrados (m²) e 108m². O empreendimento terá ainda quatro restaurantes, cinco bares (incluindo rooftop bar com vista para o Vale do Quilombo), espaço kids, spa, piscina de raia coberta, piscina de borda infinita, centro de convenções com foco em atividades sociais e culturais, além de teatro ou cinema para até 350 pessoas.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.