Retomada do turismo aponta para a necessidade de profissionais qualificados

Apesar de ainda estarmos vivenciando um período de pandemia, o Vale dos Vinhedos já retoma o seu protagonismo como destino turístico nacional. De acordo com a Secretaria de Turismo de Bento Gonçalves, entre janeiro e julho deste ano o município recebeu 649.735 visitantes, 67% a mais do que nos primeiros sete meses de 2020, quando havia recebido 388.179 visitantes.

A relevância da região não é por acaso. O Vale dos Vinhedos — localizado no centro do triângulo formado pelas cidades de Bento Gonçalves, Monte Belo do Sul e Garibaldi — é uma área que possui enorme legado histórico, cultural e turístico, sendo que foi a partir de 1875 que imigrantes italianos começaram a chegar à Serra Gaúcha e enraizar seus costumes e tradições. Segundo a docente do curso de Sommelier do Senac Bento Gonçalves, Michelle Landgraf, os imigrantes se instalaram na região com tudo aquilo que conheciam de agricultura. “Uma das coisas mais conhecidas por essas famílias era a produção de vinhos”, explica.

A região conta com vinícolas renomadas que, ao longo dos últimos anos, conquistaram destaque nacional e internacional pela qualidade e personalidade dos seus vinhos. Destaca-se não só para o Rio Grande do Sul, mas para o Brasil e para o mundo, já que é o berço da produção de vinhos no país. “Metade das vinícolas do Brasil estão sediadas em Bento Gonçalves, principalmente na região”, destaca a docente.

Com a retomada do turismo na região, a necessidade de profissionais da área de Gastronomia e de Enoturismo será ainda maior, entre eles o Sommelier. “Temos mais de 1,3 mil vinícolas no Brasil e mais da metade localiza-se na Serra Gaúcha. É impossível que os estabelecimentos ofereçam todos os vinhos, por isso é importante um profissional para fazer a curadoria dessa carta”, explica Michelle.

Quem quer aproveitar essa oportunidade deve conhecer o curso de Sommelier do Senac Bento Gonçalves. Com 160 horas, a formação aborda conceitos sobre análise sensorial (considerando as propriedades organolépticas de vinhos), como sugerir vinhos (considerando o perfil e preferência do cliente), quais vinhos servir (considerando temperatura, taças, procedimentos e preferência do cliente), como fazer combinações entre alimentos e vinhos (considerando suas características sensoriais das bebidas), além de tratar sobre elaboração e administração de cartas de vinhos. Esse curso, assim como outros na área da Gastronomia, entre os quais Cozinheiro e Confeiteiro, está com matrículas abertas. 

Ficou interessado? Mais informações podem ser obtidas pelo site www.senacrs.com.br/bento ou pelo WhatsApp (54) 9255 7649.


 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.