Revista permite maior rapidez no acesso aos dados

Consolidando o modelo adotado no ano passado, o Centro da Indústria, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves (CIC/BG) registra maior agilidade na coleta dos dados que servirão de base para o 44º Panorama Socioeconômico de Bento Gonçalves, única publicação que traz informações do município, que servem de ferramenta de gestão para empreendedores da iniciativa privada e poder público. A análise das informações deverá estar concluída ainda em agosto.

Alimentada a partir do ano passado apenas por fontes oficiais dos governos federal, estadual e municipal, a pesquisa deixou de coletar dados junto às empresas associadas da entidade, acompanhando o novo momento vivido no país devido aos avanços na tecnologia da informação. A mudança agilizou, e muito, o processo, que este ano foi ainda mais rápido devido à sua continuidade. “Estamos consolidando um procedimento que já comprova sua eficiência devido à transparência e agilidade das informações”, avalia o presidente do CIC/BG, Leonardo Giordani.

Os dados referentes ao ano de 2014 começaram a ser recebidos ainda em abril e, desde então, as informações já estão sendo analisadas pela Universidade de Caxias do Sul (UCS), através de seu departamento de pesquisa e metodologia científica. Os professores Fabiano Larentis e Cíntia Paese Giacomello são os responsáveis pela pesquisa. Já o parecer da conjuntura econômica será feito pela economista Monica Mattia e a parte tributária pela contadora Simone Taffarel Ferreira. De acordo com Larentis, a análise dos dados estará concluída no mês de agosto. “Os trabalhos estão num ritmo alinhado com o plano de atividades. Em setembro, deveremos focar atenções na paginação da revista”, destaca.

Abrangência e transparência nas fontes
Hoje, os dados disponíveis de fontes oficiais contemplam todas as áreas da pesquisa, que deverá ser apresentada no mês de outubro. As informações são fornecidas pelo Ministério do Trabalho e Emprego (Rais/Caged), Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), Receita Federal, INSS, Secretaria Municipal de Finanças, Secretaria Estadual da Fazenda, além de associações e entidades patronais ligadas aos setores econômicos do município.

Nesta edição, além de manter a forma de coleta de dados do ano passado, a partir de fontes oficiais, a revista também manterá a seção relacionada aos sistemas de capitais, nos quais o município não é avaliado somente nos ativos oriundos do capital econômico e financeiro, mas também dos relacionados a outras perspectivas, como, por exemplo, o capital humano, o capital cultural e o capital de inteligência, um conceito que foi desenvolvido pelo professor mexicano Javier Carrillo, do Instituto Tecnológico de Monterrey. Este capítulo segue sob a conduta da professora Ana Fachinelli Bertolini.

Para Ricardo da Campo, coordenador da Comissão do Panorama Socioeconômico, o acerto nas fontes consolida o projeto, que passa a ganhar uma nova dimensão. “Temos dados oficiais confiáveis e assertivos, o que nos dá maior eficácia no resultado”, garante o diretor da Área de Comunicação e Marketing do CIC/BG.

A Revista Panorama Socioeconômico de Bento Gonçalves é a única publicação que traz o desempenho econômico do município, servindo de mecanismo de suporte para a gestão empresarial. A pesquisa traz a evolução e a representatividade dos setores da indústria, comércio e serviços do município, fazendo relações com o desempenho estadual e nacional.

Comissão organizadora
Coordenador: Ricardo Da Campo
Caroline Moras Basso, Diego Bertolini, Fabiano Larentis, Juliano Massoco, Laudir Miguel Piccoli, Leonardo Giordani e Lucinara Masiero.

É proibida a reprodução, total ou parcial, do texto e de todo o conteúdo sem autorização expressa do Grupo SERRANOSSA.

Siga o SERRANOSSA!

Twitter: @SERRANOSSA

Facebook: Grupo SERRANOSSA

O SERRANOSSA não se responsabiliza pelas opiniões expressadas nos comentários publicados no portal.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.