RS oficializa a promoção de 471 servidores penitenciários

São 400 agentes penitenciários, 35 agentes penitenciários administrativos e 36 técnicos superiores penitenciários. Promoção era uma das reivindicações da classe, que aprovou “estado de greve” no início deste mês de janeiro

Foto: Arquivo/Susepe

Em ato publicado no Diário Oficial do Estado desta quinta-feira, 20/01, o governo do RS promoveu 471 servidores penitenciários. São 400 agentes penitenciários, 35 agentes penitenciários administrativos e 36 técnicos superiores penitenciários, promovidos pelos critérios de antiguidade e merecimento.

“O avanço na carreira demonstra a valorização do governo do Estado aos servidores penitenciários e também ao sistema penal, que em novembro já recebeu, por meio do programa Avançar, o maior investimento da história, que irá possibilitar implementar novas tecnologias para qualificação do sistema prisional, fortalecer serviços de inteligência, qualificar a assistência aos apenados nas áreas de saúde, educação e trabalho, modernizar o monitoramento eletrônico, além de ampliar e construir unidades prisionais. E esse trabalho só é possível com a dedicação dos nossos servidores”, afirma o secretário de Justiça e Sistemas Penal e Socioeducativo, Mauro Hauschild.

“A promoção desses 471 servidores penitenciários representa um reconhecimento por parte do governo do Estado à categoria, que labuta diariamente com muita dedicação para qualificar o sistema prisional gaúcho. É importante registrar o esforço do governo do Estado para investimentos no sistema penal e o empenho de toda a equipe que se envolveu para que essa promoção fosse possível”, destaca o superintendente da Susepe, José Giovani Rodrigues de Souza.

No dia 11/01 os servidores penitenciários do Estado aprovaram “estado de greve”, com a possibilidade de paralisação no fim deste mês caso as reivindicações não sejam acatadas pelo governo. Uma delas era, justamente, a promoção desses trabalhadores. A medida foi comemorada pelo Amapergs Sindicato em suas redes sociais. “Lutamos e conquistamos. Vamos para cima, que tem mais a conquistar”, escreveu o sindicado.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.