Samu Pet começa a funcionar nesta terça-feira, 24/05, em Bento

Desde março, a Prefeitura, por meio do programa Bento Pet – Todos Juntos para o Bem-Estar Animal, está reestruturando o setor da causa animal. Desde então tem sido realizado uma série de ações, desde castrações, e até mesmo uma feira de adoção. E a partir desta terça-feira, 24/05, inicia uma nova etapa, com o início dos atendimentos do Samu Pet, serviço de urgência e emergência para animais vítimas de maus tratos ou atropelamentos. Os animais resgatados passarão por tratamento veterinário, através do trabalho de duas médicas veterinárias, e os casos mais críticos serão encaminhados para clínicas conveniadas do município.

A coordenadora do setor do Bem-estar animal, Rafaela Jornada, comentou sobre o funcionamento do Samu Pet.
“O Samu Pet é uma demanda antiga do município e vem para ajudar com esse foco voltado para pessoas de baixa renda que não tem condição de pagar um veterinário para o seu pet. Estaremos também prestando atendimento para animais de rua que não tem tutor conhecido, para prestar esse primeiro auxílio, com o trabalho de veterinários competentes e de exames, para que possamos resolver as situações que aparecerem, atendendo animais vítimas de atropelamento, maus tratos, envenenamento, e outra situação que possa colocar a saúde e a vida dele em risco”.

Ainda segundo a Coordenadora do setor, “o Samu Pet vai ter também o resgate e transporte para veterinários parceiros, em casos mais específicos e complexos que necessitem um nível maior de consulta e exames”.

O secretário-adjunto de Saúde, Gilberto Junior, ressaltou sobre o trabalho do Samu Pet. “O intuito é darmos uma condição de vida melhor para os animais. Vamos prestar esse atendimento de forma rápida e eficaz, sendo que serão realizados através do formato de triagem, para sabermos da situação de saúde do pet. Será como se fosse um atendimento do Samu, mas voltado para os animais”.

Edital de hospedagem

Um outro ponto importante da reestruturação do bem-estar animal é o edital de hospedagem, que já conta com uma empresa para hospedagem de animais em situação de maus-tratos e bravios, que tem como critério a comprovação da fiscalização da Secretaria do Meio Ambiente.

Seguem também, os processos para procedimentos cirúrgicos e compra de medicamentos de uso veterinário para utilização das equipes.

O programa também conta com uma viatura adaptada para transportar animais. O veículo que conta com caixinhas de transporte para animais de diferentes portes será utilizado para o traslado dos animais para a castração, cujos tutores, sejam, comprovadamente, de baixa renda e não possuam meios de arcar com esse custo.

Castrações

Em março deste ano as equipes iniciaram um amplo programa de castração de animais, sendo realizado centenas de procedimentos ao mês. Desde então mais de 2 mil animais, entre cães e gatos, já foram castrados, diminuindo a fila de castrações, e atendendo um número maior de solicitações. Os trabalhos são executados através do edital com o cadastramento de quatro clínicas. As ações já foram realizadas em, pelo menos, três bairros do município: Zatt, Vila Nova II e Ouro Verde.

O Prefeito Diogo Siqueira destacou sobre a importância do programa. “É mais um importante serviço que inicia junto à causa animal. Estamos nos bairros fazendo a busca e encaminhando para castração, e agora o SamuPet se torna mais um serviço disponível para auxiliar o departamento”.

Atendimento do Samu pet

WhatsApp: 992231853

Horário de atendimento: de segunda à sexta-feira, das 07h30 às 11h30 e das 13 às 17h

Serão atendidos os chamados de urgência e emergência solicitando o atendimento de animais vítimas de atropelamento ou maus tratos que estejam precisando de atendimento médico. O atendimento será realizado também para tutores que não possam pagar um veterinário para o seu pet.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.