Sancionada lei que permite a presença de fisioterapeutas antes, durante e pós-parto

Segundo profissionais, a fisioterapia irá as gestantes a sentirem menos dores e curtirem a chegada de seus bebês de forma mais tranquila e prazerosa

Foto: FreePik/Reprodução/Internet

O prefeito de Bento Gonçalves, Diogo Siqueira (PSDB), sancionou, nesta segunda-feira, 11/07, o projeto de lei ordinária 43/2022. De autoria do vereador Davi Da Rold (PP), o PLO dispunha sobre a autorização da presença de fisioterapeutas durante o período de pré-parto, parto e pós-parto, a partir de solicitação da gestante. Agora, a Lei Municipal nº 6.870, de 11 de julho de 2022, já está em vigor.

O artigo 1º da lei destaca que “as maternidades, casas de parto e estabelecimentos hospitalares congêneres da rede pública e privada do Município de Bento Gonçalves, devem permitir a presença de fisioterapeutas durante o período de pré-parto, parto e pós-parto, sempre que solicitados pela parturiente”. 

Durante a apresentação e votação do projeto na Câmara de Vereadores, Da Rold destacou que o objetivo do projeto era “dar dignidade, tanto no Pré-Natal quanto durante o parto, como no pós-parto, justamente, no intuito de não somente valorizar os profissionais como também dar as condições necessárias para as gestantes que estão gerando vida”.

Após a aprovação do PLO, o SERRANOSSA conversou com a fisioterapeuta pélvica Priscilla Mosconi, que explicou sobre a importância deste tipo de atendimento para as futuras mães. “A fisioterapia obstétrica consiste em preparar as mulheres para uma gestação, parto e pós-parto mais tranquilos e saudáveis. Preparando o corpo para as alterações biomecânicas e para que possa desfrutar dessa fase da vida com qualidade, conforto e segurança”, afirmou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.