Seu certificado de vacinação contra a COVID-19 não aparece no ConecteSUS? Saiba o que fazer

Problemas na hora de gerar o “Certificado Nacional de Vacinação Covid-19” no aplicativo ConecteSUS, do Ministério da Saúde, têm sido relatados por alguns moradores de Bento. Documento está sendo utilizado como comprovação para ingressar em atividades de alto risco no RS

Foto: Arquivo/SERRANOSSA

O Rio Grande do Sul foi um dos estados brasileiros que passou a exigir, em outubro, a apresentação do passaporte vacinal contra a COVID-19 para ingressar em estabelecimentos e atividades consideradas “de alto risco” – o que inclui partidas de futebol, boates, formaturas, cinemas e teatros, por exemplo. Para comprovar a vacinação, o governo do Estado sugere a apresentação da caderneta de vacinação física, emitida pelas secretarias municipais, ou o documento fornecido de forma on-line pelo aplicativo do Sistema Único de Saúde – ConecteSUS, o qual tem se apresentado como uma forma mais prática e acessível.

Entretanto, ao longo das últimas semanas alguns moradores têm relatado problemas na geração do documento on-line. O SERRANOSSA teve conhecimento de pelo menos três casos em que as pessoas não conseguiram ter acesso à comprovação vacinal nem mesmo da primeira dose do imunizante contra a COVID-19. “Alerta! Você não concluiu o esquema vacinal primário para a Covid-19. Portanto, o Certificado Nacional de Vacinação Covid-19 não está disponível para emissão”. Essa foi a mensagem enviada pelo aplicativo para um morador que já havia completado o esquema vacinal há mais de 15 dias.

De acordo com a secretaria municipal de Saúde, o problema se trata de uma “falha” no sistema de lançamento dos dados da vacinação. “O nosso sistema conversa com o sistema oficial de imunizações do Ministério da Saúde, o qual manda as informações para outro canal que abastece o ConecteSUS. Em cerca de 99% das vezes esse processo acontece sem interrupções, mas em algumas situações o dado acaba não sendo repassado ao sistema do Ministério da Saúde”, explica a secretária Tatiane Fiorio.

Dessa forma, a secretaria municipal solicita que, em caso de problemas na emissão do certificado on-line, a demanda seja repassada à pasta. “Quando isso acontece, nós excluímos o dado de vacinação da pessoa e lançamos novamente”, revela Tatiane. Após esse procedimento, a tendência é que as informações apareçam imediatamente no aplicativo ConecteSUS.

O telefone de contato da secretaria municipal de Saúde é o (54) 3055-7257.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.