“Sic transit gloria mundi”

Essa passagem do latim, que significa “assim transita a glória do mundo” ou “toda a glória do mundo é transitória”, vem para nos lembrar, dia após dia, que tudo – TUDO –, na vida, é passageiro. Nada é definitivo! 

A vida, em si, é passageira. De permanente, somente nossa história, nosso legado. 

Nesta semana, a comunidade acadêmica e jurídica de Bento Gonçalves e região perdeu um ícone. A UCS perdeu uma de suas cabeças pensantes. O jornal Serranossa perdeu um de seus ilustres colunistas, autor de reflexões que vão ficar para sempre nas nossas memórias. 

Depois de uma longa batalha pela saúde, o professor Jeferson Dytz Marin descansou. A morte venceu, de maneira precoce, esse ilustre colega. 

Apesar de militarmos, ambos, na advocacia, de maneira concomitante por bastante tempo, de termos amigos em comum e círculos de convivência convergentes, não tive o prazer de conviver ou assistir a uma aula do professor Jeferson. Como filho da PUC, eu o conheci somente de, às vezes, nos cruzarmos nos fóruns da vida, e após a formatura. Acho que fizemos uma ou duas audiências ao longo desses meus quase 15 anos de advocacia em Bento Gonçalves e região. 

Ainda assim, diante da admiração que todos os alunos tinham por ele, e, dentre eles, pessoas as quais eu muito estimo, não foi pouco o que ouvi do trabalho do colega, principalmente pela forma como ele estimulava a todos buscarem conhecimento, coisa que eu sempre primei em sala de aula. Meus alunos sabem disso. Passei também a admirá-lo, por isso! 

A vida do Professor Jeferson foi passageira, transitória como a glória do mundo. Seu passamento foi precoce. Seu legado, sua história, porém, ficou e ficará gravada não somente nos anais acadêmicos ou nas memórias dos seus alunos, mas também foi entalhada nos livros que escreveu, e que ficam para burilar, lapidar a pedra bruta do conhecimento de cada um de nós. 

Saibamos que a vida é passageira e, assim, dela, extraiamos aquilo que ela tem de melhor, para nós e para os outros. Afinal, nunca saberemos quando será o último abraço! 

Até a próxima!

Apoio:

 
 
 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.