Sicredi Ensina: o que você precisa saber para não cometer erros na declaração do IRPF 2022

O período para entrega da Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física 2022 foi prorrogado para 31 de maio. Se você ainda não entregou a documentação, fique atento para não perder o prazo! Quem não apresentar ou entregar a declaração fora do calendário programado paga multa de no mínimo R$ 165,74, sendo que o valor máximo pode chegar a 20% sobre o IR devido.


O processo é obrigatório para quem recebeu rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.559,70 no ano passado. Para atividade rural, a obrigatoriedade é para receita bruta superior a R$ 142.798,50 em 2021.

Também devem fazer a declaração os contribuintes com rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados exclusivamente na fonte, de mais de R$ 40 mil; quem possui patrimônio de mais de R$ 300 mil; aqueles que tiverem ganho de capital na alienação de bens ou direitos ou fez operações na bolsa de valores, incluindo os dependentes.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.