Sindilojas Bento negocia convenção coletiva de trabalho com oito municípios da Serra Gaúcha

Entidade afirma lamentar não conseguir avançar com SEC-BG, impedindo que o comércio de Bento Gonçalves, Garibaldi e Carlos Barbosa tenha acordos definidos

O Sindilojas Regional Bento nasceu há 47 anos com o principal objetivo de defender os interesses dos lojistas, especialmente nas negociações da Convenção Coletiva de Trabalho (CCT), que até então aconteciam em Caxias do Sul. De lá para cá, este tem sido o principal trabalho da entidade. Nesta semana, o sindicato comemora a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho 2022-2023 com Barão, Boa Vista do Sul, Coronel Pilar, Monte Belo do Sul, Pinto Bandeira, Santa Tereza, São Pedro da Serra e São Valentim do Sul, negociada com o SEC Montenegro, SEC Taquari e com a Fecosul. Entretanto, afirma lamentar a situação que vem se arrastando com o Sindicato que representa Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Garibaldi.

Nos últimos anos, as tratativas têm se prolongado além da data esperada, devido a falta de consenso. O Sindilojas Regional Bento se coloca “aberto” para reposição da inflação, defendendo um reajuste conforme o INPC – Índice Nacional de Preços ao Consumidor, mas também pleita pelo congelamento dos bônus nos feriados, “uma vez que o comércio já foi bastante penalizado durante os dois últimos anos em razão da pandemia do Coronavírus e da instabilidade econômica”, defende o sindicato.

“Fechamos três negociações com tranquilidade e bom senso, beneficiando sete municípios. Estamos trabalhando de forma insistente para, da mesma forma e seguindo os mesmos parâmetros, fechar a CCT com Bento Gonçalves, Carlos Barbosa e Garibaldi, mas não depende apenas do Sindilojas”, comenta o presidente do Sindilojas Regional Bento, Daniel Amadio.

O presidente complementa que as empresas estão instaladas em cidades turísticas, “que têm uma mecânica que prevê abertura aos sábados, domingos e feriados. Faz parte da vocação da região. Em toda cidade turística do mundo é assim. Aumentar o valor do bônus é criar mais um entrave para a recuperação do setor, que busca, diariamente, superar o tempo perdido. Não queremos que mais estabelecimentos comerciais venham a fechar, o que geraria demissões”, conclui. A CCT venceu em 28 de fevereiro de 2022.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.