Surdolimpíadas reúne diferentes culturas em Caxias

Terceiro maior evento esportivo do mundo, pela primeira vez na América Latina, foi oficialmento aberto no domingo, 01/05, contando com delegações de 77 países no Centro Esportivo do SESI

Foto: Jackson Cardoso

Foi oficialmente aberta na noite de domingo, 01/05, a 24ª edição da Surdolimpíadas em Caxias do Sul, tornando o Brasil o primeiro país da América Latina a sediar os Jogos Surdolímpicos. O evento segue até 15 de maio. Delegações de 77 países estiveram reunidas no evento que ocorreu no Centro Esportivo do SESI, marcado pela diversidade cultural. Tiveram destaque as apresentações de dança tradicionalista gaúcha e contemporânea, além das presenças da ex-ginasta Daiane dos Santos e a ex-atleta pentacampeã de triatlo Susana Schnarndorf.

A primeira- dama do Brasil Michelle Bolsonaro, o ministro da Cidadania Ronaldo Vieira Bento, o governador do Estado do Rio Grande do Sul Ranolfo Vieira Júnior e o prefeito municipal de Caxias do Sul Adiló Didomenico estão entre as autoridades que acompanharam a celebração esportiva. “Pela primeira vez temos as Surdolimpíadas ocorrendo no Brasil e é com muita honra que recebemos estes jogos aqui no Rio Grande do Sul. É um evento de integração entre mais de 70 países por meio do esporte e da inclusão. Que seja um excelente evento para todos”, afirmou o governador Ranolfo.

Organizados pelo Comitê Internacional de Esportes para Surdos (ICSD na sigla inglês de International Committee of Sports for the Deaf), os jogos receberam R$ 2,5 milhões do governo do Estado, por meio do programa Avançar no Esporte, para apoiar a sua realização.

Os recursos, aportados pela Secretaria do Esporte e Lazer (Sel), foram investidos em reformas de ginásios, infraestruturas, locais de competições e quadras. “Este investimento de R$ 2,5 milhões servirá como base para receber e sediar a Surdolimpíada, mas também ficará como legado para todos aqueles que irão desfrutar destes espaços e estruturas no futuro”, afirmou a secretária do Esporte e Lazer, Letícia Boll Vargas.

Anfitrião dos jogos, o Brasil – com 199 atletas, sendo 110 homens e 89 mulheres – tem uma delegação tem 237 pessoas, somando os 38 integrantes de comissões técnicas. Do total de brasileiros, 45 são gaúchos.

Foto: Felipe Dalla Valle / Palácio Piratini

Locais de realização das competições das Surdolimpíadas:
• Universidade de Caxias do Sul (UCS)
• Pavilhões da Festa da Uva (Centro Olímpico)
• Santuário de Caravaggio
• Estádio Centenário
• CT do Juventude
• Fundação Marcopolo
• Estádio municipal de Caxias do Sul
• Complexo do Sesi
• Ginásio do Vasco da Gama
• Golf Club
• Recreio da Juventude
• Parque Salto Ventoso
• Town Hall

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.