Trabalhos de recuperação da BR-470 ocorrem em duas etapas e devem seguir até março

A segunda semana do ano começou com uma boa notícia para os usuários da BR-470, entre Bento Gonçalves e Carlos Barbosa: já estão em andamento as tão cobradas obras de recuperação do asfalto no trecho, que serão realizadas em duas etapas. Os trabalhos começaram na altura do quilômetro 210, no trevo de acesso a Faria Lemos, e seguirão até o entroncamento com a ERS-446, em Carlos Barbosa. A previsão é de que esta primeira fase seja concluída até o mês de março.

A Construtora Centro Leste, de Belo Horizonte (MG), ganhadora da licitação que prevê melhorias em 150,7 quilômetros da rodovia (entre o km 210, em Bento Gonçalves, ao km 360,7, em Pantano Grande), realiza, desde agosto, operação tapa-buraco emergencial, limpeza, capina, roçada das margens e abertura de valas para escoamento da água. Para atender à demanda, a empresa optou por fragmentar o trecho na Serra Gaúcha, em três diferentes intervenções: primeiro, Barão – Carlos Barbosa; em seguida Bento Gonçalves – Carlos Barbosa; e por fim, Barão – Montenegro.

Após a conclusão da usina de asfalto, edificada na cidade de Barão, na segunda quinzena de novembro iniciaram os trabalhos de reparos no primeiro trecho. No último dia 11, começaram as obras em Bento Gonçalves e, segundo previsão da empresa, elas devem ser finalizadas no período entre 45 a 60 dias, conforme o clima. Em seguida, serão feitas as intervenções entre Barão e Montenegro.

A primeira etapa dos trabalhos de recuperação consiste em realizar o reperfilamento do asfalto, retirando a camada danificada, fazendo reparos na base e aplicação de uma nova camada, com cerca de três centímetros. Quando finalizadas as obras até Montenegro, a empresa prevê a colocação do asfalto final, que deverá ter entre quatro e cinco centímetros de espessura, na mesma ordem inicial dos trechos.

Atenção ao motorista

A área em obras está bem sinalizada, com a colocação de cones e placas, além de contar com trabalhadores uniformizados que controlam o trânsito. Os trabalhos iniciam por volta das 7h e seguem até as 18h, havendo, nesse período, interrupções das pistas, de forma alternada. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também auxilia na fiscalização do trecho.

Serra das Antas

Entre o km 210, em Bento Gonçalves, ao km 193 (Ponte do Rio das Antas) a responsabilidade é do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), por meio do Contrato de Restauração e Manutenção das Rodovias (Crema/Serra). De acordo com a assessoria de imprensa do órgão, a empresa responsável pelas obras retornou de férias coletivas na segunda-feira, dia 11, e retomará os trabalhos na ERS-324 (sentido Casca). Com relação aos reparos no trecho da Serra das Antas, eles informam que estão tramitando aditivos contratuais ao projeto e que ainda não há previsão concreta para início dos trabalhos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.