Turismo pede apoio ao Sindilojas para debater questões que envolvem feriados obrigatórios

Todos os anos, a Convenção Coletiva de Trabalho celebrada entre o Sindilojas Regional Bento e o SEC-BG, prevê a obrigatoriedade do Comércio fechar suas portas em alguns feriados, não podendo se quer contar com a mão de obra dos próprios empresários. São eles, os dias 1º de Janeiro (Confraternização Universal), Sexta-feira Santa, Dia do Trabalhador (01/05), Finados (02/11) e Natal (25/12).

Neste ano, o dia Primeiro de Maio caiu em um domingo e trouxe para o debate o fato de nossa cidade receber um grande número de turistas nos fins de semana, ao mesmo tempo em que os empresários se depararam com a necessidade de obedecer a legislação. Diante disso, os representantes das rotas turísticas (Caminhos da Eulália, Caminhos de Pedra, Rota das Cantinas Históricas, Vale dos Vinhedos e Vale das Antas) procuraram o Sindilojas Regional Bento para buscar uma solução para este impasse. O encontro aconteceu na sede do Sindilojas e contou com a presença do presidente do Comtur, Moacir Menegotto; do secretário municipal de turismo, Gilberto Durante; e do presidente da Comissão de Negociação do SEC-BG, Sérgio Neves.

Conforme o presidente Daniel Amadio, o Sindilojas está aberto para negociar estas questões. “Todos os anos, debatemos as mais diferentes situações e procuramos cuidar essa questão que envolve os feriados obrigatórios. Este ano coincidiu que o feriado do Dia do Trabalhador caiu em um domingo e isso trouxe transtorno aos empresários. Esperamos chegar a um consenso e debater este assunto nas reuniões que envolvem a Convenção Coletiva para o próximo período”, explica o dirigente.

Documento entregue: Os empreendedores que operam nas rotas turísticas pelo Interior do município entregaram um documento ao representante do SEC-BG, Sérgio Neves, solicitando que o assunto seja debatido entre os Comerciários, a ponto de chegar a um acordo. “Creio sim que seja possível acrescentar uma cláusula ao acordo, de modo a contemplar especificamente esses roteiros. Afinal, os turistas vem ao município e esperam ser bem atendidos em restaurantes, pousadas, hoteis, cantinas, enfim”, avalia Daniel Amadio. Sérgio Neves, por sua vez, mostrou-se interessado em encontrar uma solução para o tema e anunciou que um novo texto já está sendo elaborado e deve entrar na pauta de negociação da Convenção Coletiva de Trabalho 2016-2017.

Prosseguem os debates tendo a Segurança como tema central
Nosso presidente Daniel Amadio participou de um novo encontro com representantes da Brigada Militar, sugerido desta vez pela CDL de Bento Gonçalves. Realizado na sede da CDL, o encontro teve a presença do presidente da entidade, Marcos Carboni, além do comandante do 3º BPAT, major Álvaro Martinelli e o sub-comandante, Capitão Reni Zdruikoski.

A preocupação dos representantes do Comércio está no fato das frequentes ocorrências de roubos e assaltos envolvendo pontos do Comércio e da área de serviços. Recentemente, nosso presidente Daniel Amadio entregou um manifesto de apoio à Brigada Militar, ressaltando e fortalecendo a parceria que já existe com a a nossa entidade.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.