UCS Bento apresenta graduações de curta duração

Por meio do programa UCS Digital, universidade oferece, inicialmente, formações em Gestão de Turismo e Gestão de Cooperativa

Foto: Exata Comunicação

Duas grandes áreas econômicas da região passam a contar, a partir de agora, com um impulso da UCS para aprimorar a gestão de empreendimentos voltados ao turismo e às cooperativas. A UCS Bento apresenta à comunidade os novos cursos em Gestão de Turismo e Gestão de Cooperativas que serão oferecidos dentro do programa UCS Digital. “Começamos com esses cursos porque entendemos ser uma demanda necessária para dois eixos da economia e da sociedade que se sobressaem aqui na região especialmente”, diz o sub-reitor da UCS Bento, Fabiano Larentis.

O novo método de formação, de apenas quatro semestres, tem habilitação em tecnologia a partir de uma formação de caráter híbrido, com aulas síncronas (ao vivo), atividades EaD e encontros presenciais. “É uma duração mais curta, mas não por isso mais superficial, porque tem toda uma jornada que permite muito conhecimento”, observa.


Larentis se refere ao circuito de aprendizagem da metodologia. Ela está baseada na tríade Live Training, Conecta e Boot Camp. A primeira são as aulas ao vivo, que ocorrerão uma vez por semana – em data a ser definida – e permitem a interação professor/aluno. Além de poderem ser acompanhadas em quaisquer campi da UCS, elas poderão ser assistidas de qualquer outro lugar. Já o Conecta é o ambiente EaD, ou seja, a comunidade de práticas, com escuta e leitura ativas e networking, com a carga horária exigida para o aluno se dedicar ao curso. Por fim, o Boot Camp, encontro quinzenal que ocorre na universidade para o exercício de projetos temáticos, oportunizando conexão intercampi e multipluralismo formativo.

As aulas síncronas (live training) dos cursos Gestão de Cooperativas e Gestão de Turismo serão geradas a partir de Caxias do Sul e de Flores da Cunha, respectivamente. Já os encontros presenciais (boot camp) serão realizados nas diversas unidades universitárias da UCS. “Reunimos os elementos teóricos necessários, mas também as atividades práticas, garantindo às pessoas as vivências num ambiente universitário”, comenta o sub-reitor.

Ambas as áreas têm grande relevância na Serra. No segmento das cooperativas, cujo início no país se deu na região, em Nova Petrópolis, um em cada sete brasileiros é cooperado. O itinerário formativo passará por conteúdos como Gestão de Crise e Comunicação Assertiva, Economia e Gestão Financeira, Contabilidade Cooperativista, Gestão de Pessoas: Associados e Cooperados, Marketing e suas interfaces, Governança e Compliance Cooperativista, além de outras 10 matérias. “É uma formação com elementos necessários para ser gestor da área de cooperativas, mas com todo fundamento social e humanístico que é de característica da UCS”. Com o curso, a universidade espera formar egressos capazes de realizar gestão inovadora de cooperativas e de contribuir para o desenvolvimento regional, a partir do desenvolvimento de competências como gestão de pessoas, conformidade legal e regulatória, desenvolvimento de projetos e inovação, entre outras.

Considerada uma das grandes áreas do futuro, o turismo gera um a cada cinco novos empregos no mundo. Referência em turismo no Estado, a Serra é um ambiente propício para o incremento da atividade. “Temos tradição em promover experiências turísticas, e precisamos garantir a sustentabilidade dos negócios”, diz Larentis.

O itinerário formativo dos cursos transita por conteúdos como Empreendedorismo e Plano de Negócio, Gestão de Eventos, Cerimonial e Protocolo, Gestão de Alimentos e Bebidas, Gestão de Meios de Hospedagem, Ecoturismo e Meio Ambiente, entre outros. O egresso será capaz de criar roteiros turísticos encantadores e rentáveis, operar agências de turismo, inovar no mercado, desenvolvendo ensinamentos. “É uma formação diferenciada, com nosso selo, e que vai dar conta de muita demanda atrelada ao turismo que se tem na nossa região”.


Representando o prefeito Diogo Siqueira, a secretária de Educação, Adriane Zorzi, exaltou a ampliação de cursos da universidade. “Na universidade, nos sentimos sempre buscando conhecimento, crescendo e podendo ajudar o próximo”, diz.  Os cursos nesse formato, que devem chegar a 20 até o final do ano, são ministrados por especialistas, mestres e doutores.

*Com informações de UCS Bento