Vereador Dentinho apresenta requerimento para abertura de CPI do desmatamento e dos maus tratos

Vereador busca pelo menos seis assinaturas para iniciar investigação de possíveis irregularidades na Secretaria de Meio Ambiente e na Administração Pública de Bento. Vereador Zanella acusa colega de fazer “palanque político”, já que Dentinho comunicou que é pré-candidato a deputado estadual.

O vereador Rafael Fantin (PSD), o Dentinho, protocolou nesta segunda-feira, 21/02, um requerimento de abertura de Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com a finalidade de apurar e investigar possíveis irregularidades na Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Bento Gonçalves e na Administração Pública, especificamente em relação ao recente desmatamento para construção de loteamento irregular e também do caso de maus-tratos de animais e possível envolvimento de servidor da pasta que resultou no desaparecimento de gatos em Bento Gonçalves.

Na justificativa, Dentinho destaca que as práticas configuram crimes contra a fauna e a flora, que estão previstas nos artigos da Lei Federal 9.605/98, conhecida como Lei de Crimes Ambientais e, no caso dos maus-tratos, está amparada no artigo 32, que dispõe sobre “praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos”. No documento, também é destacado que as possíveis irregularidades entram em confronto com a Lei Orgânica de Bento Gonçalves, que dispõe como competência do município zelar pela saúde, higiene, segurança, assistência pública e meio ambiente.

Para ser implementado, porém, o requerimento precisa de pelo menos seis assinaturas de vereadores. “A gente quer ir a fundo nisso, visto que tem agentes públicos envolvidos. Mesmo que o prefeito peça uma investigação interna, é nosso dever e obrigação levar isso adiante. O que percebemos é que há uma restrição da bancada do governo, porque eles não querem expor. Eu entendo que isso é a ponta de um problema que pode ser maior”, argumenta. “Por mais que o caso do desmatamento, por exemplo, esteja no Ministério Público, é nosso dever apurar esse fato e também a participação da Secretaria. Essa mesma pasta também deve explicações sobre o caso dos gatos”, pontuou. “Só queremos respostas. Bento está parecendo uma terra sem lei”, finalizou.

FÚRIA DE ZANELLA

Durante a sessão, no entanto, o pedido de CPI gerou protesto do vereador Anderson Zanella (PP). “Temos que ter muito cuidado, em ano eleitoral, com quem quer usar a Câmara para fazer palanque político. Isso não vai acontecer. Vão se promover com trabalho e não à custa dos outros”, acusou Zanella em relação a Dentinho, que na semana passada anunciou que é pré-candidato a deputado estadual. “Ninguém vem aqui fazer espetáculo. Tem que entender como funciona uma CPI. O caso do desmatamento já está no Ministério Público. E o papel da CPI é apurar para depois encaminhar para órgãos competentes. Esse caso já está no MP. E o caso dos gatos é caso de polícia e lá está. Ou seja, os casos já estão com os responsáveis”, argumentou Zanella.

Zanella anunciou que irá chamar o servidor Alexsandro Portilho, que assumiu ser o responsável pela obra que devastou grande área verde às margens da BR-470 em Bento, para dar explicações. “Precisamos saber porque ele assumiu a responsabilidade, se a área é dele ou se está protegendo alguém”, afirmou Zanella, que disse que a comissão de infraestrutura da Câmara de Vereadores chamará o servidor para prestar esclarecimentos e, se for da vontade dos demais membros, outros vereadores poderão participar do encontro.

Veja o vídeo:

1 comentário
  1. Tatiane Diz

    Zanella sendo Zanella. Vcs cometem erros gravíssimos e acusam as pessoas de querer se promover? A vida é simples faz o certo que ninguém teria o que reclamar. E outra porque vc não se candida a deputado estadual ou federal já que é tão atuante na Câmara.
    Sabe porquê vc e muitos não vão porque essa boquinha que vcs tem em Bento não terão em lugar nenhum. Essa eleição comeuvou entrada no dia com acqieda do sostema eleitoral, agora vamos assistir os próximos capítulos. ACORDA POVO.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.