Vereadores são contrários à inspeção veicular

A sessão desta semana na Câmara de Vereadores de Bento Gonçalves foi marcada pela aprovação de uma moção de repúdio à taxa de inspeção veicular. O documento é de autoria do presidente da Câmara, Valdecir Rubbo (PDT). Ele se posiciona contra o imposto que está sendo encaminhado com regime de urgência para a votação da Assembleia Legislativa do estado. “Ao que parece, a inspeção técnica veicular aparenta ser apenas uma medida para arrecadação do Governo do Estado”, protesta.

O projeto estabelece uma vistoria obrigatória nos veículos, ao custo anual de R$ 54,83, para combater a emissão de gases poluentes. A ideia é fazer a inspeção em veículos com mais de dois anos de fabricação.Para Rubbo, o que deve ser analisada é a consequência que esta taxa vai gerar aos proprietários de automóveis. “O trabalhador já paga inúmeros impostos, não precisa pagar mais este”, defende, referindo-se, entre outros, ao IPVA.

O descontentamento de Rubbo foi endossado pelos vereadores Gilmar Pessutto (PSDB) e Neri Mazzochin (DEM). Pessutto classificou o imposto como mais uma cobrança “enfiada goela abaixo” pelo Governo. Para Mazzochin, os impostos devem ser reduzidos e não aumentados.

Carina Furlanetto

Siga o SerraNossa!

Twitter: http://www.twitter.com/serranossa

Facebook: Jornal SerraNossa

Orkut: http://www.orkut.com.br

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.